Por pbagora.com.br

Os escritores Maria Valéria Rezende, W.J. Solha e Patrícia Rosas estão entre os finalistas ao Prêmio Jabuti 2020. Os nomes foram divulgados nesta quinta-feira (22) e premiação acontece dia 26 de novembro.

Maria Valéria Rezende, nascida em Santos e radicada na Paraíba desde 1976, já ganhou quatro prêmios Jabuti e concorre a mais um, na categoria Romance Literário, com o livro ‘Carta à rainha louca’.

O livro de Maria Valéria narra a história de Isabel das Santas Virgens, presa em um convento, onde escreve para à rainha Maria I, conhecida como Rainha Louca. Nas cartas, ela conta os disparates cometidos por homens da Coroa contra mulheres, escravizados e pessoas vulneráveis.

Já W.J. Solha, natural de Sorocaba (SP), mas também radicado na Paraíba desde 1960, concorre na categoria de Poesia, com ‘Vida Aberta – Tratado Poético Filosófico’, um extenso poema onde procura reconstituir a história da humanidade, seus saberes, mitos e fracassos.

E na categoria Fomento à Leitura, a paraibana Patrícia Rosas concorre com o projeto ‘Desengaveta Meu Texto’, que surgiu das experiências da professora em sala de aula com a ideia de incentivar a leitura para além da obrigação escolar.

Na edição 62º do Prêmio Jabuti, devido à pandemia do coronavírus, a cerimônia de premiação acontece virtualmente no dia 26 de novembro nas redes sociais da Câmara Brasileira do Livro (CBL), em horário não definido. Neste ano, a poetisa mineira Adélia Prado é a homenageada do evento.

Redação com G1

Deixe seu Comentário