A Paraíba o tempo todo  |

Paraíba registra redução no número de matriculados na Educação Básica

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Em ano de pandemia, de ensino remoto e medo de contrair o vírus, a Paraíba registrou uma diminuição no número de estudantes devidamente matriculadas em escolas do estado na Educação Básica, se comparado o período entre 2016 e 2020. Pelo menos é o que aponta o Censo da Educação Básica 2020 do Estado da Paraíba, que foi publicado recentemente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

No último levantamento antes desse, a Paraíba tinha 1.004.162 estudantes matriculados em escolas públicas e privadas, contra 947.860 em 2020. Uma redução de 56.302 matrículas, ou 5,6%.

O Instituto, a propósito, faz esse alerta na apresentação do estudo, ao destacar que “a leitura das informações do Censo Escolar 2020 deve sempre ser realizada com cuidado, não sendo possível observar o impacto da pandemia da Covid‐19 nos dados educacionais coletados”.

Desses estudantes matriculados, 54,4% deles estão nas redes municipais de ensino, 25,48% estão na rede estadual de ensino, 18,8% na rede privada e 1,32% na rede federal. Mas o poder público, por exemplo, responde por 99,5% dos estudantes localizados na Zona Rural, demonstrando que a iniciativa privada está quase que totalmente interessada nas zonas urbanas e nos grandes centros da Paraíba.

O censo do Inep aborda também questões como a defasagem de idade do aluno com a série que ele estuda e também a questão da evasão escolar. Inicialmente, percebe-se que 40% dos estudantes que não estão na série compatível com sua idade são homens, contra 24,2% de mulheres. E enfatiza que o atraso escolar e a evasão vão se tornando maior com o passar dos anos escolares, se comparado o problema nos ensinos Infantil, Fundamental e Médio.

A redução de estudantes matriculados na Paraíba está refletida em todas as etapas da Educação Básica. No Ensino Infantil, a redução foi de 6,3%; no Ensino Fundamental, foi de 6,6%; no Ensino Médio, de 1,7%.

Ainda com relação ao Ensino Médio, houve uma redução de 16% no número de matrículas entre aqueles não integrados à educação profissional (passando de 130.447 em 2016 para 109.585 em 2020). Mas, por outro lado, aumentou 178,5% quando integrado à educação profissional (passando de 10.325 em 2016 para 28.755 em 2020).

Da mesma forma, o número total de matrículas da educação profissional cresceu 26,3% de 2016 a 2020, chegando a 38.188 matrículas em 2020. Os matriculados da educação profissional são majoritariamente jovens com menos de 20 anos (79,7%) e negros (69,2%).

Docentes

Com relação ao corpo docente, o estado possui atualmente 46.595 professores atuando na educação básica do estado da Paraíba, sendo a maioria com curso superior. O índice de professores com curso superior é 68,3% no Ensino Infantil, 77,3% no Ensino Fundamental e 96,7% no Ensino Médio

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe