Por pbagora.com.br

A Diretoria de Gestão e Planejamento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e demais exames, revelou que não haverá distribuição de máscaras de proteção individual contra a Covid-19 aos aplicadores e participantes inscritos nas provas do Enem 2020, que foram remarcadas para os três últimos domingos de janeiro e o primeiro do mês de fevereiro.

“A não disponibilização de máscaras faciais aos colaboradores que irão trabalhar no exame decorre da aprovação da Lei nº 14.019, de 2020, que determina a obrigatoriedade de seu uso em todo o território nacional. Ou seja, como não há, dentre os colaboradores citados, pessoas incluídas na exceção que a própria lei estabelece, e caso houvesse estes poderiam ser substituídos, a Procuradoria Jurídica junto ao Inep não vê como justificar a inclusão desse insumo no contrato de aplicação dos exames e das avaliações do Inep”, diz a nota do Inep.

Cerca de 5,8 milhões de candidatos deverão usar a máscara durante a prova do exame, de forma obrigatória e sob pena de eliminação, o edital foi retificado para seguir os protocolos sanitários contra a propagação do Covid-19 e pelo distanciamento entre os participantes.

PB Agora com informações do Porta Nacional da Educação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Fies 2020: Portaria define regras para vagas remanescentes

Serão 50 mil beneficiados; inscrições serão feitas pela internet O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) terá nova seleção para vagas remanescentes. O programa do governo federal, que financia estudos em…