A inadimplência nas escolas particulares na Paraíba atingiu 35%, este ano, até o mês de agosto. As negociações entre pais e escolas começam geralmente no último trimestre, antes de acabar o ano letivo, para que no período de renovação da matrícula a situação dos inadimplentes esteja resolvida. Para negociar casos de inadimplência nas escolas, como também dívidas de cartões e com bancos, a Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor da Paraíba (Procon-PB) vai realizar um mutirão neste mês de setembro.

 

São consideradas inadimplentes mensalidades em aberto há pelo menos 60 dias. O presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Estado da Paraíba (Sinepe-PB), Odésio Medeiros, recomenda às instituições particulares de ensino para esgotar todos os meios de negociação antes de efetuar uma medida judicial, mas os pais nem sempre colaboram com o funcionamento da escola e atrasam a mensalidade por até três meses.

 

“Geralmente ficam inadimplentes até a metade do ano. Chega o período das férias escolares e os pais acabam gastando o dinheiro da mensalidade nas férias. Ou de quatro mensalidades atrasadas apenas pagam uma. É uma situação constrangedora para as escolas, precisamos de uma conscientização dos pais”, afirmou.

 

A escola que estiver com aluno inadimplente não é obrigada a renovar a matrícula deste ano, entretanto, caso o faça, o aluno não poderá sofrer nenhuma penalidade pedagógica. A superintendente do Procon-PB, Késsia Liliana, informa que o objetivo do órgão é harmonizar as relações de consumo e explica que as duas partes envolvidas têm que honrar o compromisso assumido.

 

Redação

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Governador publica edital com quase 200 vagas para contratar servidores

O Governo da Paraíba publicou um edital para contratação de 189 servidores temporários para atuação nos Centros de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS), em várias regiões do Estado. De…

Reitor confirma investigação de suposta ameaça de ataque a estudantes da UEPB

O reitor da Universidade Estadual da Paraíba, professor Rangel Júnior confirmou ao Blog do jornalista Márcio Rangel, nesse final de semana, a existência de uma investigação da Polícia Civil sobre…