Por pbagora.com.br

As atividades didático-pedagógicas presenciais do Instituto Federal da Paraíba
estão suspensas até o dia 30 de setembro. A decisão foi referendada na última
reunião do Colégio de Dirigentes da instituição ocorrida no dia 28 de agosto. A
medida colabora com o isolamento social e se torna eficaz para evitar a
disseminação do novo coronavírus no país.

O IFPB faz o acompanhamento sistemático do cenário da pandemia e analisa
junto com o comitê de crise as medidas a serem tomadas em relação ao
enfrentamento do coronavírus. Sem aulas presenciais desde o dia 16 de
março, o Instituto Federal vem prorrogando a suspensão das atividades
presenciais para proteger a saúde de sua comunidade, sempre lastreado pelas
informações e orientações científicas advindas das autoridades sanitárias e da
Organização Mundial de Saúde (OMS).

“Reafirmamos nosso compromisso com a vida humana, a segurança e a saúde
pública. Nós só retornaremos as atividades presenciais, quando tivermos
certeza de que a nossa comunidade estará devidamente protegida” disse o
reitor Nicácio Lopes.
Nesta segunda-feira (31) os campi Esperança, Patos, Cabedelo, Cabedelo-
Centro, Mangabeira, Campina Grande, Guarabira, Soledade e Itabaiana
iniciaram as aulas no formato não presencial. Outras dez unidades já vêm
ofertando aulas para os estudantes no formato on-line. No dia 04 de setembro
será a vez do Campus Princesa Isabel iniciar esse tipo de oferta e no dia 08 de
setembro o campus João Pessoa, totalizando 21 Campi. Os servidores técnico-
administrativos continuam com suas atividades em home-office.

PB Agora com Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Crianças da educação infantil em situação de vulnerabilidade serão contempladas com Movimento Abraçar

Não é só a produção de etanol, biomassa e açúcar que movimentam a rotina da Usina Miriri na Região Metropolitana de João Pessoa em plena safra, mas a vontade de…

Mulheres são responsáveis por 60% das inscrições do Enem 2020

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) afirma que as mulheres correspondem a 60% das inscrições confirmadas para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020,…