Escola do Trabalhador é uma plataforma de ensino a distância implementada pelo Ministério do Trabalho como forma de combater o desemprego. O serviço oferece cursos de capacitação online, gratuitos e sem a necessidade de escolaridade mínima nos doze eixos tecnológicos estabelecidos no Guia de Cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) do Ministério da Educação. Cada um deles tem, em média, 40 horas de duração e requer apenas um computador ou outro aparelho com conexão à Internet.

Cursos disponíveis

Dentro de cada um dos eixos tecnológicos, a Escola do Trabalhador oferece um ou mais de cursos, como “Cuidando de pessoas idosas”, dentro de “Ambiente e saúde”; “Análise de investimentos”, em “Gestão de Negócios”; ou “Edição e tratamento de imagens”, como parte de “Produção cultural e design”.

Confira abaixo a lista de atividades disponíveis:

1) Informação e comunicação

– Segurança da informação

2) Ambiente e saúde

– Conhecendo o perfil do agente comunitário de saúde e o seu processo de trabalho

– Cuidando de pessoas idosas

3) Turismo, Hospitalidade e Lazer

– Agenciamento de viagens

– Espanhol aplicado ao trabalho

– Inglês aplicado ao trabalho

4) Recursos naturais

– Análise de Investimento

– Criando um negócio de sucesso

– Empreendedorismo na pesca

5) Desenvolvimento educacional e social

– Português básico para o mundo do trabalho

6) Produção alimentícia

– Higiene na indústria de alimentos

7) Segurança

– Segurança da informação

8) Produção cultural e design

– Edição e tratamento de imagens

9) Produção industrial

– Gestão da Qualidade

10) Gestão e negócios

– Análise de Investimento

– Comunicação escrita para o trabalho

– Criando um negócio de sucesso

– Demonstrações Contábeis e sua Análise

– Elaboração de folha de pagamento de empresas

– Fundamentos e Processos de gestão de Recursos Humanos

– Introdução ao Excel

11) Infraestrutura

– Análise de riscos na construção civil

12) Controle e processos industriais

– Processos industriais

Como funciona?

As aulas são feitas a distância e o aluno pode criar o seu próprio plano de estudo no EAD — Educação a distância — de acordo com a sua rotina e necessidade, precisando apenas respeitar o período de duração. Caso tenha interesse em se matricular em alguma das atividades, basta clicar no link "Inscrever, presente na tela de cada curso e preencher um formulário informando nome, CPF e e-mail.

Dentro de instantes, o interessado recebe um e-mail de confirmação com os dados de acesso e instruções, já sendo possível começar a tomar as primeiras aulas. No entanto, é importante ficar atento ao período de inscrições. Caso esteja encerrado, é necessário aguardar o início de uma nova turma.

Certificado

Os alunos que concluírem os estudos com a nota mínima para aprovação e que responderem à avaliação serão certificados pela Universidade de Brasília (UNB) como cursos de extensão. Além da capacitação, o site fornece ainda informações sobre possibilidades de capacitação profissional, oportunidades de emprego e estágios, além de dados e estatísticas sobre carreira e o trabalhador.

 

Tech Tudo

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Atualização de cadastro dos bolsistas do Prouni pelas faculdades deve ser feito até 4/10

Já os estudantes devem assinar contrato de continuidade do benefício   Segue aberto até o dia 4 de outubro o prazo para as faculdades parceiras do Programa Universidade para Todos…