Por pbagora.com.br

Ao participar do debate promovido pela Associação de Docentes da Universidade Estadual da Paraíba (ADUEPB), realizado de forma virtual, na noite desta quarta-feira, 7 de outubro, a professora Célia Regina Diniz, candidata a Reitora pela chapa #UEPBForte, demonstrou ser a mais preparada para conduzir os destinos da UEPB. Além de Célia Regina, o debate reuniu os canditos a reitor da UEPB, Juracy Régis de Lucena Júnior, Carlos Enrique Ruiz Ferreira e José Etham de Lucena Barbosa. Durante o debate, mediado pelo jornalista Fred Oliveira, houve uma troca de farpas entre os candidatos Juracy e Carlos Enrique.

Célia mostrou que conhece com profundidade a UEPB e está pronta para enfrentar os desafios do novo tempo que se apresenta para a Instituição nos próximos quatro anos, ao lado da professora Ivonildes Fonseca, candidata a Vice-Reitora. Por mais de duas horas, ela debateu com os outros três candidatos à Reitoria, respondeu perguntas da comunidade universitária e apresentou suas propostas para o futuro da Universidade.

Já na abertura do debate, professora Célia Regina mostrou que tanto ela como a professora Ivonildes têm uma história de vida e comprometimento com a UEPB e experiência com gestão. Célia disse que o projeto apresentado pela chapa #UEPBForte é pautado na defesa da universidade pública, gratuita, plural, de qualidade e engajada socialmente, capaz de construir soluções para os problemas de nossa região. Ela destacou que acredita em uma universidade democrática e que promova política de transparência, com participação de todos.

Durante o debate, ela assegurou a continuação e ampliação das políticas de assistência estudantil e lembrou que a UEPB foi vanguarda na política estudantil nesse tempo de pandemia, quando saiu na frente de outras universidades, com a implantação do auxílio conectividade concedido aos estudantes.

Em relação aos técnicos administrativos, professora Célia prometeu rever e atualizar o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos servidores, além de criar novas funções no plano e criar um regime híbrido para regulamentar o trabalho remoto, bem como garantiu que vai dialogar com o Governo do Estado para descongelar as progressões de forma retroativa.

Ela criticou promessas eleitoreiras dos concorrentes e lembrou que quem quiser ser gestor da UEPB tem que seguir um princípio básico, que é cumprir e respeitar a legislação. Ao término do debate, Célia Regina parabenizou a ADUEPB pela iniciativa e reafirmou todos os compromissos que ela assinou na carta elaborada pela Associação dos Docentes. Célia também garantiu que respeitará o resultado da consulta prévia para Reitoria da Instituição, defendendo que seja nomeado para o cargo a chapa que tiver sido a primeira colocada na consulta junto à comunidade universitária.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Fies: regras para renegociação de débitos são publicadas pelo MEC

Solicitação pode ser feita por quem possui contratos firmados até o 2º semestre de 2017 Quem está em débito com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) pode participar do Programa…