A Paraíba o tempo todo  |

Alunos da UFPB são selecionados para estágio no Google e Amazon em processo seletivo nacional

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Concorrendo com milhares de estudantes de todo o país, três alunos do Centro de Informática (CI) da UFPB foram selecionados para estágio em duas gigantes internacionais dE tecnologia: Google e Amazon. Na contramão dos retrocessos trazidos pela pandemia para o mercado de trabalho, 2021 se apresenta como um ano promissor e um marco decisivo na precoce carreira profissional de Rebeca Bivar, aluna de Ciência da Computação, e de Itamar Rocha e João Pedro Vasconcelos, do curso de Engenharia da Computação.

Rebeca Bivar calcula que ela e outros aprovados tenham concorrido com cerca de seis mil jovens brasileiros, no início deste ano, quando se submeteu à vaga de estágio no Google Brasil ´para atuar na área de ciência e análise de dados para negócios, trabalho que vem realizando em home office, em parceria com a equipe de Ads do Waze Brasil. Ela foi selecionada para o Business Internship Program – BIP, um programa de seis meses de estágio remunerado no Google São Paulo. 

“Minha motivação para participar do processo seletivo foi, sinceramente, o sonho de estar numa empresa gigantesca como o Google, que valoriza não só o acesso a informações, mas também as pessoas que a constituem”, afirma, revelando que essa é a melhor experiência de sua vida. 

Outro que garantiu lugar no seleto grupo de estagiários da multinacional Google, que oferece serviços online e softwares para download, foi Itamar Rocha, que também preside a Liga de Inteligência Artificial (TAIL) da UFPB. Ele foi escolhido no primeiro semestre, deste ano, enfrentando grande concorrência, cujos números não foram oficialmente informados pela empresa. Itamar conta que sempre acalentou o sonho de trabalhar no Google, mas a motivação aumentou ao conhecer a história de paraibanos como Marianne Linhares, ex-aluna da UFCG, que foi estagiária do Google, durante a graduação, e que foi contratada pela empresa. 

“Sempre tive vontade de trabalhar no Google, mas, ao mesmo tempo, achava que era algo distante e impossível durante o começo de minha graduação”, narrou o estudante, que passou a dedicar parte de seu tempo a estudar para os processos seletivos de estágios na multinacional de tecnologia americana.

Tanto Itamar Rocha como João Pedro Vasconcelos ressaltam a importância do Laboratório de Aplicações de Inteligência Artificial (ARIA) do CI  para a concretização do objetivo de atuar em uma grande empresa. O laboratório oportunizou aos alunos o contato com diversos profissionais que, em uma série de palestras virtuais, apresentaram aos estudantes do CI como as empresas onde trabalham desenvolvem as soluções tecnológicas do futuro.

João Pedro foi selecionado pela Amazon, em julho passado, e vai estagiar por seis meses na área de engenharia de software. “Através da série do ARIA eu e Itamar conhecemos a história de Marianne Linhares e nos motivamos para estudar programação competitiva, que é a chave para as entrevistas de estágio em empresas como Google e Amazon”, completou.

A  Amazon é uma multinacional de tecnologia americana que se concentra no e-commerce, computação em nuvem , streaming e inteligência artificial. 

Da Redação com UFPB

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe