O presidente da Associação de Docentes da Universidade Estadual da Paraíba (Aduepb), Nelson Júnior, afirmou que a categoria espera um melhor diálogo com o novo governador do Estado, João Azevêdo (PSB).

Segundo Nelson, as perdas salariais dos docentes chegam a 30% e espera que a Lei de Autonomia da UEPB seja respeitada pela nova administração.

– A nossa expectativa em relação ao novo governo é que ele seja aberto ao diálogo, que esteja pronto para ouvir e dialogar com a UEPB, a buscar e entender a nossa importância enquanto universidade para o desenvolvimento da Paraíba. Esperamos que o atual governador nos chame para o diálogo, para tentar buscar uma saída para os problemas da universidade. Acreditamos que possa ser uma nova era na vida da UEPB, se chegarmos a um denominador comum diante da crise que vive a universidade. A reivindicação número um é o respeito à Lei de Autonomia, e as discussões da política salarial. Nossas perdas nos últimos anos está na casa dos 30%, pois não tivemos reajustes nos últimos quatro anos. A situação se agrava para os nossos colegas aposentados, que não têm as gratificações – explanou.

*As declarações repercutiram na Rádio Correio FM, nesta quinta-feira, 3

 

Redação com paraibaonline

     


    Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

     

    Total
    0
    Compartilhamentos
    Deixe seu Comentário
    Notícias relacionadas

    Veneziano critica medidas do governo federal que afetam a Educação no Brasil

    Em pronunciamento no Plenário do Senado, o Senador Veneziano Vital do Rego (PSB-PB) criticou medidas adotadas pelo governo federal que afetam a Educação no Brasil. O parlamentar afirmou ser necessário…