Um levantamento feito pelo Programa Ruanda, desenvolvido pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, revela que atualmente existem 80 crianças e adolescentes que passam o dia em Campina Grande nas ruas trabalhando ou pedindo nos semáforos.

 

Em recente reunião no Ministério Público da Paraíba (MPPB) junto com o Conselho Tutelar a SEMAS debateu tal temática destacando que em período de férias escolares, a quantidade de crianças  nas ruas é ainda maior.

 

Para o coordenador do Programa Ruanda em Campina Grande, Emanuel da Nóbrega, o problema se deve principalmente à vontade dos meninos ter renda própria. Ele falou que é difícil convencer as crianças a focar somente nos estudos.

 

“Eles estão nas ruas porque querem independência financeira, então ficam mendigando e trabalhando nos sinais e fazendo coletas nas feiras. Tem casos que a família obriga, mas são principalmente casos de que querem”, disse o coordenador . A iniciativa do Programa Ruanda é o de buscar jovens nas ruas e promover para eles oficinas e grupos de futebol, além de encaminhar os jovens para o Conselho Tutelar.

 

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MEC completa primeira capacitação para escolas cívico-militares

O Ministério da Educação (MEC) conclui nesta sexta-feira (12) a primeira capacitação para a implementação das escolas cívico-militares, que reuniu 170 profissionais da educação e representantes de estados e municípios em…