A Paraíba o tempo todo  |

Valor da cesta básica reduziu 2% em setembro, aponta Procon de Campina Grande

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O valor da cesta básica regional em Campina Grande, neste mês de setembro, apresentou uma redução de 2% em relação ao mês anterior, passando a custar um preço médio de R$ 673,54. O valor no mês de agosto foi de R$ 686,98, ou seja R$13,44 mais cara do que a atual. O dado faz parte da pesquisa realizada pelo Procon de Campina Grande em 60 supermercados do município e divulgada nessa segunda-feira (13).

De acordo com o estudo, essa redução no valor total da cesta básica campinense foi influenciada, principalmente, pelos preços do grupo Hortifrúti (verduras e frutas). O quilo do tomate, por exemplo, cujo preço era R$ 4,16 no mês de agosto sofreu uma redução de 39,12%, passando a custar R$ 2,53 em setembro. E a banana, cujo preço era R$ 3,91 no mês passado e R$ 3,73 neste mês, representou uma queda de 4,62%.

A cesta básica regional é dividida em cinco grupos: carnes e derivados; farináceos; higiene e limpeza; temperos e hortifrúti.

A pesquisa da Cesta Básica Regional de Campina Grande, neste mês, foi realizada no período de 04 a 08, sendo composta por 13 produtos da Cesta Básica Alimentar – Ração Essencial Mínima e mais 39 produtos que entram na rotina de compras do consumidor paraibano.

A Cesta

O valor médio da cesta básica com a complementar do mês de setembro, no período de 04 a 08, foi de R$ 673,54. Considerando o rendimento familiar de um salário mínimo (R$ 1.100,00) o comprometimento do salário foi de aproximadamente de 61,23%, restando cerca de 38,77%, o equivalente a R$ 426,46 reais. Ou seja, este valor de R$ 426,46 reais seria destinado a outros compromissos, tais como água, energia elétrica, internet e transporte, entre outras despesas.

Já com relação ao ranking mensal de preço, em porcentagem, praticado pelos estabelecimentos neste mês de setembro, a variação vai de 236,2% à 575,8%. Na primeira posição está o tomate com 575,8%; 2º creme dental 438,8%; 3° desinfetante 355,7%; 4° abacaxi 336,9%; 5° mamão 335,6%; 6° cebola 302,0%; 7° manga 276,7%; 8° goiaba 261,0%; 9° inhame cará 251,3% e 10° batata inglesa, com 236,2%.

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe