Através da Web, público e, principalmente, expositores da Brasil Mostra Brasil vão poder contar esse ano com a TV Empreender no evento. Trata-se de um canal no Youtube que fomenta conteúdo para as redes sociais e que vai estar presente na Multifeira de 14 a 24 de julho no Centro de Convenções da Capital paraibana.

A TV Empreender vai divulgar o que cada empreendedor está trazendo para o evento numa plataforma que está acessível para o público 24 horas por dia, 365 dias no ano.

Com essa parceria, a expectativa é de que as pessoas possam conferir os estandes e seus produtos antes mesmo de chegarem à Multifeira. Com isso, muita gente pode se sentir ainda mais motivada a comparecer ao evento para compras ou negócios.

O projeto da TV é do jornalista Arnaldo Silva. Para ele, esse promete ser um grande veículo de comunicação para micro e pequenos empreendedores que não têm condições de fazer suas campanhas publicitárias com grandes agências e divulgar nas televisões, mas poderão participar de um canal web de vendas que divulgará seus produtos 24 horas por dia utilizando as redes sociais para isso.

Segundo ele, essa iniciativa foi pensada há cinco anos. “Pensei em montar algo que pudesse produzir conteúdo para as redes sociais, uma TV Web voltada para o micro e pequeno empreendedor. Quem não estiver nas redes sociais está fora. A web é uma realidade. Vamos reforçar e divulgar os empreendedores para promover e dar visibilidade para seus produtos e serviços", explicou Arnaldo Silva.

 

Redação com Ascom

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“No período da pandemia, o turismo está reduzido a zero”, diz presidente da PBTur que prevê retomada lenta do setor

A divulgação dos principais roteiros turísticos do Destino Paraíba prossegue durante o isolamento social em todo Brasil. Desde a segunda quinzena de março deste ano, a Empresa Paraibana de Turismo…

PB perderá R$ 355 milhões devido à pandemia do Covid-19, diz secretário

Muito se fala do impacto econômico que a pandemia do novo coronavírus trará para o mundo, mas aqui na Paraíba onde mais nos atinge, qual será o impacto? Quem responde…