A Paraíba o tempo todo  |

Terceira idade no mercado de trabalho: psicóloga comenta as vantagens para os idosos e o empregador

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Apesar de o mercado estar cada vez mais voltado para a atração e retenção dos jovens talentos, o cenário de contratação de profissionais da terceira idade pode apresentar vantagens e diferenciais para o sucesso de uma empresa e também traz benefícios para a autoestima dos idosos. Quem comenta o caso é a psicóloga Ingrid Bakke onde destaca os benefícios ao idoso que sente vontade de continuar trabalhando após a aposentadoria.

Seja por ainda acreditarem que têm muito a contribuir ou para complementar a renda de uma aposentadoria insatisfatória, o fato é que os profissionais mais maduros estão voltando às empresas para oferecer uma mão de obra ricamente qualificada. Os dados do IBGE, mostram que os idosos são presença significativa no mercado de trabalho, saltando de 5,9% em 2012 para 7,2% em 2018.

Isso mostra que pessoas com idade acima de 60 anos acreditam não precisarem se retirar do mercado, quando se sentem aptas a desempenhar um bom trabalho — um ganho para as empresas ao aproveitar a experiência desses profissionais. “Quando a pessoa idosa sente necessidade de continuar ativa, os neurotransmissores vão trabalhar em sua plenitude, fazendo com que a morte dos neurônios seja retardada, dando longevidade às funções cognitivas. A proatividade também evita o sedentarismo ,pois todos os músculos estarão em movimento. A questão psicológica também é muito importante, pois todo ser humano gosta de se sentir útil, produtivo e, consequentemente, a autoestima será elevada”, afirmou Ingrid Bakke.

As gerações Millennials e Z – que vivenciam o início e a proliferação da inovação tecnológica- formadas por pessoas e profissionais inquietos e com dificuldades de se manterem por muito tempo em um mesmo lugar, são beneficiadas pela ponderação e sabedoria da terceira idade.

Profissionais maduros são o contraponto dessas gerações que exibem talentos e disposição para a realização, mas que não têm paciência para esperar o melhor momento. Enquanto isso, as pessoas que já passaram por muitas experiências sabem que é preciso equilíbrio para alcançar resultados efetivos. Segundo a profissional há no profissional maduro que volta ao mercado de trabalho um desejo genuíno de acertar – o que pode ser um ganho, pois a dedicação e empenho costumam estar junto a uma qualidade de trabalho exemplar.

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe