Por pbagora.com.br

Os sistemas de atendimento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) estarão indisponíveis em todas as unidades entre esta sexta e o domingo, dia 1, devido à modernização do centro de processamento da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev).

Os serviços serão restabelecidos na segunda, dia 2 de junho. Segundo nota do INSS, a interrupção afetará ainda os serviços previdenciários disponíveis no portal da Previdência Social e na Central de Teleatendimento 135.

Dessa forma, serviços como o agendamento do atendimento, extrato de pagamentos, inscrição na Previdência Social, emissão da Guia da Previdência Social, entre outros, estarão indisponíveis.

Dataprev também fica sem sistema
A Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev ) vai desligar, entre esta sexta (30) e às 20h de domingo, todo o data center, espaço que organiza os computadores de grande porte, responsáveis pelos dados de seus clientes, no Centro de Processamento do Rio de Janeiro (CPRJ). A operação deixará o sistema da unidade fora do ar, mas não prejudicará o pagamento de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

De acordo com o diretor de Infraestrutura de Tecnologia da Informação e Comunicação da Dataprev, Daniel Darlen, a empresa trabalhou para não gerar impactos no pagamento dos beneficiários. “Todos os pagamentos de previdenciários, de benefícios, ficam hospedados no data center aqui do Rio. O processo que roda e gera a folha de pagamento foi feito, e os créditos dos pagamentos dos benefícios já foram encaminhados aos bancos. Não trará impacto nenhum”, disse.

Durante a mudança, serão transferidos para o novo data center computadores, servidores de bancos de dados e de aplicações, dispositivos de rede e de armazenamento de dados como parte da modernização do CPRJ. Com o sistema fora do ar, aplicações hospedadas no sistema da Dataprev, que atendem ao Ministério do Trabalho e Emprego, além da Receita Federal, também serão afetadas.

“Aqui no Rio, hospedamos basicamente os sistemas previdenciários. O maior destaque é o Cadastro Nacional de Informações Sociais e o sistema do seguro-desempegro do ministério. O grande problema para os clientes da Dataprev é que teremos que utilizar a sexta-feira, gerando certo transtorno por ser um dia útil”, explicou Daniel Darlen.

Cerca de 300 profissionais, da Dataprev e de empresas especializadas em suporte técnico, farão transferências de computadores e de fitotecas de armazenamento de dados para o novo espaço. Segundo Darlen, o deslocamento de equipamentos será feito em ondas, e nem todos os computadores serão movidos neste final de semana. As próximas operações não devem gerar impactos, já que não serão feitas em dias úteis.

A Dataprev investiu, desde 2012, R$ 200 milhões em modernização dos seus três data centers – Brasília, São Paulo e Rio – e já funciona com novas instalações no Distrito Federal e na capital paulista desde 2012 e 2013, respectivamente. No Rio de Janeiro, o novo data center vai dobrar a capacidade do espaço físico, da rede elétrica e lógica, bem como do sistema de refrigeração. A conclusão está prevista para dezembro.

 

Agência Brasil