O setor de serviços da Paraíba registrou a 3ª maior taxa de crescimento do Nordeste, segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta terça-feira (12). Dados da PMS mostram alta no setor de 2% em setembro, em comparação ao mesmo período do ano passado. Ao lado do Ceará (3,7%) e do Maranhão (2,8%), a Paraíba apresentou o terceiro melhor desempenho. A taxa de crescimento do estado também ficou acima da do País (1,4%).

Frente ao mês de agosto, o resultado também foi positivo na Paraíba, com alta de 0,9% em setembro no setor de serviços. É a terceira alta consecutiva. Em julho (0,7%) e agosto (0,5%) o setor registrou alta no trimestre encerrado em setembro.

Apenas dez dos 27 Estados e Distrito Federal tiveram alta em setembro na Pesquisa Mensal de Serviços de setembro, quando comparado ao ano passado. Outros 17 estados registraram retração no indicador. Dos nove estados do Nordeste, apenas Ceará, Maranhão e Paraíba tiveram desempenho positivo. Outros seis tiveram queda no indicador.

Setores com maiores desempenho – O IBGE constatou aumento em quatro de cinco grupos de atividades pesquisados de serviços. O grupo de atividades que engloba os setores de transportes, serviços auxiliares aos transportes e Correio cresceu 1,6%, enquanto os serviços profissionais, administrativos e complementares tiveram alta de 1,8%. Os serviços prestados às famílias tiveram expansão de 0,8% e os outros serviços, de 0,5%. O único que teve queda foi o dos serviços de informação e comunicação, com retração de 1% na comparação com agosto.

 

Redação com Secom/PB

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prefeitura de Sapé divulga edital com 248 vagas e salários de quase R$ 3 mil

A Comissão Permanente de Concursos (CPCon) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) lançou edital para o concurso público da Prefeitura Municipal de Sapé. O certame oferta 248 vagas em cargos…

Aumento do preço da carne ultrapassa 12% e supera 4x a inflação

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do país, acelerou para 0,51% em novembro, depois de ter ficado em 0,10% em outubro, segundo divulgou…