Por pbagora.com.br

 Será lançado nesta quinta-feira (24), às 10h, o projeto cultural “Viva a Praça Viva-Encontre sua história”. Esta iniciativa tem como objetivo incentivar a revitalização do centro histórico da capital, assim como a utilização das praças públicas como espaço de cultura e lazer.

As atividades do Viva a Praça terão início no primeiro sábado de outubro (3). Na programação estão inclusas atividades culturais, apresentações de grupos de música, arte cênica, exposição de fotografias e artesanato, além de feira gastronômica. As ações do evento irão envolver o Casarão 34, Academia Paraibana de Letras, Igreja do Carmo e outros equipamentos históricos da cidade.

Uma das novidades deste projeto será a participação das Sereias da Penha. As artesãs estarão expondo e comercializando as biojóias criadas por elas no domingo (4). Esta será uma ótima oportunidade para a população conhecer de perto as verdadeiras obras de arte feitas com escama de peixe e fios de cobre. As peças estão fazendo sucesso em todo o País, desde que as artesãs apresentaram as criações no São Paulo Fashion Week (SPFW), em abril deste ano.

O evento – O projeto Viva a Praça Viva é resultado do trabalho de conclusão da 10ª turma do curso Formação de Empreendedores em Eventos 2015, promovido pelo Sebrae Paraíba. Durante seis meses, o grupo recebeu capacitação de profissionais da cadeia produtiva de eventos com a proposta de especializar o mercado paraibano e estimular a formalização da categoria.

Sereias da Penha – O projeto Sereias da Penha é uma iniciativa promovida pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria de Trabalho, Produção e Renda, através do Programa João Pessoa Artesã (JPA), em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) e Sebrae Paraíba, que possibilitou as mulheres artesãs capacitação, tendo uma nova atividade econômica. A primeira-dama da Capital, Maísa Cartaxo, é coordenadora do Programa JPA.

 

Secom-JP