Um dia após entrar em vigor o decreto que relaxou algumas atividades em Campina Grande, secretário de Estado da Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, criticou criticou as medidas. Em entrevista concedida à rádio Cariri FM, nesta quarta-feira, 17, ele fez algumas ressalvas ao Plano de Retomada das Atividades Econômicas de Campina Grande.

Segundo o secretário, por estar enquadrada na ‘bandeira laranja’ do plano do Governo do Estado, não é o momento de a Prefeitura relaxar o isolamento social na cidade.

“Não é o momento de flexibilizar. Isso sendo feito agora vai resultar em um aumento de casos de coronavírus em Campina Grande nos próximos 15 dias”, afirmou.

O secretário também falou funcionamento do Hospital de Clínicas, que foi instalado no prédio da antiga Casa de Saúde Doutor Francisco Brasileiro, no bairro da Prata.

De acordo com ele, apesar de inaugurada, a unidade que será destinada nesse início exclusivamente ao tratamento da Covid-19, só passará a receber pacientes após se esgotarem as vagas de leitos para esse tratamento no Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Caixa libera saques dos aprovados no terceiro lote nascidos em março

A Caixa Econômica Federal libera a partir desta quarta-feira (8) os saques e transferências da primeira parcela do Auxílio Emergencial para os aprovados inscritos no aplicativo e site dentro do…