Em tempos de quarentena devido a pandemia do novo coronavírus, vários Estados determinaram confinamento da população, entre eles a Paraíba. Com a maioria das pessoas em casa, a tendência é que o consumo de energia elétrica, água e gás aumente durante o período de quarentena, o que pode levar a uma crise de abastecimento desses recursos caso não haja um esforço coletivo para economizar.

De acordo com recomendações das principais companhias de distribuição desses serviços na Paraíba, a Energisa, a Cagepa e empresas de fornecedoras de gás de cozinha, o mais importante é evitar o consumo excessivo e desnecessário, tomando medidas como banhos mais curtos, apagar as luzes ao sair de um cômodo e evitar ferver alimentos por mais tempo que o necessário.

Veja dicas para diminuir o consumo durante o período de quarentena:

O que fazer para economizar energia elétrica fazendo home office?

  • Segundo orientações da Energisa, é essencial otimizar o uso de energia elétrica em casa.
  • Se estiver trabalhando em esquema home office, busque trabalhar em ambientes bem arejados e com bastante luz natural para evitar acender luzes durante o dia e usar ventiladores e aparelhos de ar condicionado;
  • Se necessitar acender as luzes durante o dia, opte por lâmpadas fluorescentes ou LED, que gastam de 60% a 80% menos que lâmpadas incandescentes;
  • Evite deixar equipamentos elétricos ligados sem necessidade, como TVs e computadores. Evite também deixar os aparelhos em stand by, já que continuam consumindo energia. Desligue-os e tire-os da tomada sempre que possível;
  • No caso de geladeiras, não abra a porta desnecessariamente e verifique se a borracha de vedação está cumprindo sua função. Não utilize a parte traseira do equipamento para secar roupas ou sapatos;
  • No caso de notebooks e celulares, não os deixe carregando sem necessidade. Tire o carregador da tomada assim que estiverem totalmente carregados;

Já a Cagepa no seu site orienta:

  • Para não desperdiçar água, feche as torneiras sempre
  • Não demore ao tomar banho. Cinco minutos são suficientes para a higienização do corpo e geram economia de 30L a 90L. É melhor ainda se, ao se ensaboar, fechar o registro;
  • Escove os dentes com a torneira fechada, abra-a apenas para enxaguar a escova;
  • Não use o vaso sanitário como lixeira. Evite usar a descarga por mais tempo que o necessário;
  • Limpe o máximo que puder os restos de comida de pratos e panelas antes de lavá-los para gastar menos água durante a lavagem;
  • Enquanto ensaboa a louça, deixe a torneira fechada. Se utilizar máquina de lavar, use-a apenas quando estiver na capacidade máxima;
  • Ao lavar roupas no tanque, deixe a torneira fechada enquanto ensaboa e esfrega a roupa;
  • Para lavar a calçada, evite usar mangueiras, prefira varrer com uma vassoura;
  • Regue as plantas com um regador ou com uma mangueira com esguicho-revólver, pela manhã ou à noite para evitar evaporação.

Dicas de como economizar o gás de cozinha:

  • Evite consumo excessivo de gás na cozinha e no banho
  • -Busque cozinhar com as panelas tampadas, o que ajuda a cozinhar mais rápido. Não use panelas pequenas em bocais grandes, e vice-versa, para evitar desperdício de gás;
  • Use a quantidade adequada de água para cada alimento e não deixe a água ferver mais tempo que o necessário;
  • Evite abrir a porta do forno enquanto estiver funcionando para manter a temperatura. Procure também assar mais de um alimento por vez, se possível;
  • Verifique a cor das chamas. Se estiverem amarelas ou alaranjadas, pode ser que os bocais não estejam na posição ideal;
  • No caso de aquecedores a gás, regule o equipamento e evite utilizá-lo na temperatura máxima. Busque não misturar água quente e fria e tome banhos mais curtos;
  • Garanta que seu aquecedor esteja funcionando corretamente.

 

Redação

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“No período da pandemia, o turismo está reduzido a zero”, diz presidente da PBTur que prevê retomada lenta do setor

A divulgação dos principais roteiros turísticos do Destino Paraíba prossegue durante o isolamento social em todo Brasil. Desde a segunda quinzena de março deste ano, a Empresa Paraibana de Turismo…

PB perderá R$ 355 milhões devido à pandemia do Covid-19, diz secretário

Muito se fala do impacto econômico que a pandemia do novo coronavírus trará para o mundo, mas aqui na Paraíba onde mais nos atinge, qual será o impacto? Quem responde…