Por pbagora.com.br

Com a meta de dobrar o número de unidades vendidas neste ano, a Rolls Royce registra um crescimento na demanda por seus carros de luxo e tem a produção totalmente vendida até outubro pelo menos. No entanto, a montadora britânica nega estar se "popularizando" e descarta perder o status de produto altamente elitizado.

De acordo com o jornal The News, o diretor de vendas da companhia afirmou que a participação da Rolls Royce segue mínima em relação a indústria. "Em perspectiva, vamos assumir que o mercado global é de 60 milhões (por ano). Alguns milhares ainda são uma porcentagem extremamente pequena", disse Jolyon Nash.

A recuperação da montadora após a crise global de 2008 se deve em parte pelo lançamento de um modelo mais "acessível – o Phantom Ghost, por cerca de R$ 440 mil – e também pelo crescimento de mercados emergentes como o da China. Segundo Nash, a China será o segundo maior comprador neste ano, atrás somente dos Estados Unidos.

 

Terra

Notícias relacionadas

Mais de um milhão de paraibanos estão endividados

Iniciar o ano com o nome sujo não é bom para ninguém, principalmente diante desse cenário de pandemia e fechamento de comércio. Por isso, é sempre bom estar com o…

Parcela começa a ser paga a beneficiários do Bolsa Família

Os trabalhadores que fazem parte do Bolsa Família começam a receber, nesta sexta-feira (16), a primeira parcela do Auxílio Emergencial 2021. Os primeiros a receber, já nesta sexta, são os…