A Paraíba o tempo todo  |

Produção industrial registra alta de 1,2% em agosto, informa IBGE

A produção industrial brasileira cresceu 1,2% em agosto, na comparação com julho, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira (2) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em relação ao ano passado, entretanto, o indicador apresentou queda de 7,2%. No acumulado entre janeiro em agosto, a baixa é de 12,1% em relação ao mesmo período de 2008.

 

De acordo com a Reuters, o resultado superou as expectativas dos analistas, que previam uma alta mensal de 0,8% para o indicador, na comparação mensal e uma queda de 7,5% no dado anual.

Na comparação mensal, foi a oitava alta seguida. A expansão de agosto foi sustentada por 15 das 27 atividades investigadas. Os principais destaques foi a produção de veículos, que subiu 3,2%, além da produção e refino de álcool (+3,5%), material eletrônico e equipamentos de comunicações (+9,1%) e metalurgia básica (+2,7%). Entre as quedas, destacaram-se equipamentos de transporte (-4,2%), farmacêutica (-2,4%) e perfumaria (-3,6%).

 

Comparação anual

Apesar da a queda na comparação anual ter sido a décima consecutiva, a retração percentual nesta base foi a menor desde novembro de 2008, quando o IBGE apontou recuo de 6,4% na produção industrial. "Essa redução no ritmo de queda pode ser observada em termos de atividades, com o registro, em agosto, de taxas positivas em 9 das 27 atividades, enquanto no mês anterior somente 4 ramos haviam mostrado avanço na produção", explicou o instituto.

No acumulado janeiro-agosto, sobre igual período do ano passado, os setores de veículos (-22,6%) e máquinas e equipamentos (-26,8%) foram os destaques negativos. "Nesse tipo de comparação, as indústrias mais articuladas com o mercado interno, […] menos atingidas pela crise internacional, como a farmacêutica (9,6%), de bebidas (5,6%) e perfumaria (1,9%) assinalaram taxas positivas", diz o relatório.

 

 

G1

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe