Apesar de o milho verde ser o principal ingrediente das comidas típicas nos festejos juninos, a procura este ano ainda está baixa. No mercado central a mão de milho com 52 espigas com ou sem palha pode ser encontrada, respectivamente, de R$ 35 a R$ 40. Vendedores que produzem comidas à base de milho afirmam que o preço está razoável comparado ao ano passado quando chegou a R$ 50 na semana do São João.

 

João Salustiano comercializa milho há 30 anos, e afirma que o preço varia de acordo com a qualidade. “Se for uma produção de milho fraco, o preço tende a baixar mas quando a qualidade é boa, o preço será o mesmo que está sendo praticado agora”, explicou.

 

Para cada tipo de comida existe um ponto certo para o milho. Para assar ou cozinhar o ideal é comprar o milho verde e novinho. No caso de pamonha, canjica o comerciante Max Correia indica o milho mais maduro. Em seu estabelecimento o produto pode ser encontrado a R$ 40 a mão, e disse que o preço na semana do São João vai depender da procura, pois, até o momento, tem sido por quem produz comidas típicas.

 

Os comerciantes afirmam que essa produção é proveniente de Pernambuco e Ceará e que o preço encareceu porque o milho produzido no interior da Paraíba ainda não chegou à capital.

 

 

Redação

Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Intenção de consumo das famílias cresce pelo terceiro mês consecutivo

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) cresceu 0,2% no país na passagem de setembro para outubro deste ano e chegou a 93,3 pontos em uma escala de zero a…