Por pbagora.com.br

Os fiscais da defesa do consumidor do Procon da Prefeitura de Campina Grande estão atuando de forma intensa na cidade, de modo, a evitar abusos nas relações de consumo. Para melhorar o atendimento a população, o órgão implantou em maio deste ano, plantões noturnos e nos finais de semana O que gerou um aumento de 5% no número de autuações.

De maio até julho, o órgão realizou 404 diligências e autuou 160 estabelecimentos comerciais e bancários. O segmento com o maior número de reclamações foram os supermercados, com 53 infrações. As principais reclamações são referentes à demora no atendimento (filas), e a falta de empacotadores para o acondicionamento das mercadorias adquiridas.

Em seguida aparecem os bancos com 19 autuações, neste caso, a maioria das reclamações dizem respeito a Lei nº 4.330 (Lei das Filas). O terceiro lugar, com 14 autuações, ocupa as lojas de aparelhos celulares, pela a recusa na troca imediata do aparelho com defeito. Foram realizadas ainda ações diversas no comercio local, que totalizaram nas outras 74 autuações de empresas de outros segmentos.

Para melhorar o acesso ao órgão, o Procon tem um novo número de denúncias. A população pode acionar a fiscalização do Procon através do telefone 151, que funciona de segunda a sexta, no horário das 08 as 18h. No período noturno, das 19h as 00h, e também nos finais de semana, as denúncias devem ser encaminhadas ao número direto da fiscalização, o telefone (83) 8825 -5525.
 

Ascom