Por pbagora.com.br

 Apesar do reajuste de 8% no preço do gás de cozinha, o produto ainda pode ser encontrado na Capital por valores entre R$ 35,00 e R$ 40,00, conforme pesquisa realizada pelo Procon de João Pessoa (Procon-JP), entre os dias 10 e 12 de setembro, em 13 estabelecimentos comerciais.

Segundo a pesquisa, a variação de valores na venda do produto no local, sem direito a entrega, chega a 14,3%. Com entrega em domicílio, a variação no preço do botijão chega a 11,1%.

Desde o dia 1º de setembro, o gás de cozinha foi reajustado em 8% e passou a custar cerca de R$ 40,00. O reajuste foi anunciado pelas distribuidoras e deixou o produto mais caro em todo o país. Em João Pessoa, existem quase 300 pontos de venda autorizados, atendendo as exigências de comercialização.

A pesquisa do Procon-JP foi realizada nos seguintes estabelecimentos: Depósito Pecorelli (Jaguaribe), Mercadinho Pontes (Jardim Planalto), Zé do Gás (Ilha do Bispo), Depósito do Neto (Alto do Mateus), Posto Bancários (Bancários), Depósito D’Almir (Bairro dos Estados), Mercadinho Pedro Gondim (conjunto Pedro Gondim), Mercadinho Almeida (Geisel), Gravatá Gás (Valentina I), Depósito 3G (Mangabeira I), Nilda Gás (Castelo Branco), Isaquiel Gás (Miramar) e Posto Expressão (Bessa).

A pesquisa completa pode será acessada no link, no portal da Prefeitura de João Pessoa (www.joaopessoa.pb.gov.br) ou na sede do Procon-JP, localizado Rua Pedro I, 331, Centro.

 

Secom-JP

Notícias relacionadas

Prazo para contestar Auxílio Emergencial negado termina nesta quinta-feira

Termina hoje (22) o prazo para o trabalhador que teve o Auxílio Emergencial 2021 negado contestar a decisão. Os pedidos devem ser feitos no Portal de Consultas da Dataprev. A…

Especialistas explicam quais são as vantagens do consórcio para compra de imóvel

Se você deseja ter a casa própria, assim como milhares de brasileiros, já deve ter pesquisado sobre algumas formas de realizar essa aquisição. Para explicar as vantagens desta mobilidade de…