A Paraíba o tempo todo  |

Pelo menos 14 postos são autuados por não reduzirem preço de combustível em Campina Grande

Quase 15 postos de combustíveis foram autuados pelo Procon Municipal por não reduzirem preço de combustível em Campina Grande.

Segundo o Procon, os estabelecimentos não reduziram o valor cobrado pela venda do etanol, após a publicação dos decretos que limitam a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na venda do produto.

O órgão também fez uma notificação, na terça-feira (12), estabelecendo o prazo de cinco dias úteis para que todos os fornecedores apresentem a média de preço praticada nos últimos cinco anos, para que seja estabelecido um valor médio a partir desse período.

Após a ação, o preço do produto pode ser encontrado com o menor preço de R$ 4,99. Ao todo, mais de 30 pontos de revenda do produto foram penalizados pela não redução no valor de combustíveis cobrado ao consumidor final. O prazo para os autuados apresentarem defesa é de 20 dias úteis, após notificação.
Na próxima semana, haverá uma nova vistoria. Dessa vez, para analisar os preços do diesel S500 e diesel S10.

O preço médio do óleo diesel S10, por exemplo, tem sido comercializado ao preço de R$ 7,99, no bairro do Mirante e o fato tem chamado a atenção dos consumidores que estão registrando reclamações no órgão.

Redação

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe