O volume de cheques devolvidos no País aumentou em 0,12 ponto percentual, segundo pesquisa da Serasa Experian divulgada nesta segunda-feira. De acordo com o indicador, o número de cheques sem fundo passou de 1,56% do total de cheques em outubro para 1,68% em novembro. Mesmo com a alta, se trata do melhor mês de novembro desde 2005.

O aumento no volume de cheques devolvidos interrompe uma série de cinco quedas mensais consecutivas. No acumulado dos primeiros onze meses do ano, a inadimplência dos cheques alcança a marca de 1,77% do total, marca 0,4 ponto percentual inferior ao índice registrado no mesmo período de 2009, de 2,17%.

Segundo a Serasa, a alta se deu devido à maior utilização dos cheques à vista e pré-datados para as compras no Dia das Crianças. De acordo com a pesquisa, o aumento também mostra que de forma geral, o consumidor não utilizou a primeira parcela do 13º salário para quitar seus débitos.

Regiões

Na divisão geográfica, o Amapá foi o estado com maior percentual de cheques devolvidos (10,92%), enquanto São Paulo registrou o menor índice, com 1,33%. A região Norte mostrou maior inadimplência dos cheques, com 4,01%, enquanto o Sudese ficou com a menor, de 1,44%.
 

 

Terra

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Petrobras aumenta a partir de hoje diesel em 7% e gasolina em 5% nas refinarias

A Petrobras anunciou, nesta terça-feira (26), que subirá os preços do litro do diesel em 7% e da gasolina em 5%. Os novos valores valem a partir desta quarta-feira (27).…

Sindicato de bares e restaurantes contabiliza demissões na Paraíba

O impacto econômico do novo coronavírus atingiu com força o setor de bares e restaurantes na Paraíba. Segundo o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes da Paraíba (Abrasel-PB),…