Por pbagora.com.br

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta quarta-feira (14) que vai propor, ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que vete qualquer proposta de reajuste aos aposentados, que ganham mais de um salário mínimo, que ultrapasse 6,14%.

 

"A nossa proposta é de 6,14%. Acima disso, vou propor o veto ao presidente [Luiz Inácio Lula da Silva]", afirmou ele ao chegar no Congresso Nacional, onde participa de audiência pública na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Dívida Pública.

 

Na semana passada, líderes da Câmara e do Senado chegaram a anunciar um acordo que previa reajuste de 7,7%.

 

Paulo Bernardo e Alexandre Padilha

Mantega é o segundo integrante da equipe econômica a defender o reajuste de 6,14%. Nesta terça-feira (13), o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse que a posição do governo é de um reajuste deste valor.

"Fizemos um acordo [com as associações dos aposentados] e mandamos para a lei", disse Bernardo a jornalistas nesta terça. Questionado se um reajuste acima de 6,14% seria vetado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Bernardo afirmou achar que sim.

Também nesta terça-feira, porém, o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, declarou que o governo não tem condições de dar um reajuste aos aposentados acima de 7% para aposentados e pensionistas que ganham acima de um salário mínimo.

 

"Além disso [7%] o governo não suporta e não vai levar a uma irresponsabilidade fiscal dando um aumento maior”, afirmou o ministro de Relações Institucionais.

G1

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.