Por pbagora.com.br

A Lupo, marca brasileira conhecida pelas meias masculinas e femininas, expande seus negócios e deve ter cada vez mais lojas de "tudo que não é meia", segundo Valquírio Cabral Júnior, diretor comercial da empresa.

 

A empresa está entrando no segmento de artigos esportivos e Cabral Júnior adianta as novidades: "vamos atender os clubes de futebol."

 

Além disso, ele promete: "a Lupo tem planos e vai conseguir lançar uma camisa de clube de futebol de menos de R$ 100". Cabral Júnior prevê a novidade em seis meses.

 

"Teremos também produtos de performance próprios para pessoas que fazem academia, de secagem rápida", diz o executivo.

 

Segundo o executivo, haverá produtos suficientes para lojas da Lupo só com artigos esportivos: "temos licença de marcas com Speedo, Reebok e Everlast".

 

Cabral Júnior diz também que um dos projetos é ter lojas como as que já existem no shopping do Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP), em que a Lupo tem uma loja só de meias e outra só de "body wear", ou seja, "tudo que não é meia".

 

Cabral Júnior explica que a Lupo percebeu que não podia "concorrer com a China", fabricando o que ele chama de "commodities", como meias e cuecas brancas. "Nós pensamos, só tem um jeito de sair dessa crise: não tratar como ‘commodity’ e entrar nesse mercado fashion, agregar valor aos produtos".

 

O executivo explica que a Lupo decidiu produzir todo tipo de produto que "venha em primeiro contato com a pele", como pijamas, lingeries, cuecas, meias e, agora, produtos para esporte. "Atuamos em nichos, segmentos que a Lupo trabalha muito bem", diz Cabral Júnior.

 

Apesar das novidades, o executivo diz que o carro-chefe da marca ainda é a meia-calça, que representa 30% do faturamento. "A mulher brasileira voltou a usar vestido, a ser feminina, a valorizar o corpo", diz ele.

 

globo.com

Notícias relacionadas

Caixa libera saque do Auxílio Emegêncial; confira a relação dos beneficiados

Quem nasceu em abril poderá sacar a partir desta quarta-feira (5) o valor referente a novas parcelas do Auxílio Emergencial. Também será possível realizar transferências. A liberação ocorre para quem…