Por pbagora.com.br

Os juros médios cobrados pelos bancos no cheque especial e no empréstimo pessoal tiveram em maio sua quinta queda mensal consecutiva, segundo dados do Procon.

Foram pesquisadas dez instituições: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Nossa Caixa, Real, Safra, Santander e Unibanco.

No empréstimo pessoal, a taxa média de juros passou de 5,74% em abril para 5,57% em maio. Em dezembro, a taxa estava em 6,25%. No caso do cheque especial, a taxa média dos bancos pesquisados foi de 8,89% ao mês, inferior à do mês anterior, que foi de 9,03%. Em dezembro, os juros médios eram 9,93%.

Dos dez bancos pesquisados, oito reduziram suas taxas no empréstimo pessoal e sete, no cheque especial. Na primeira forma de crédito, a maior redução foi praticada pelo Safra, que reduziu a taxa de juros em um ponto percentual, para 5,90%. Já a menor taxa é praticada pela Caixa Econômica Federal, de 4,39%.

No cheque especial, a Nossa Caixa promoveu o maior corte na taxa, de 0,98 ponto percentual, para 7,82%. Apesar da alta, a menor taxa é cobrada pela Caixa Econômica Federal, de 6,79%.

 

 

G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Preço médio da gasolina em CG é de R$ 4,19, aponta Procon

Consumidor pode encontrar gasolina comum vendida a partir de R$ 4,059 em Campina Grande De acordo com a última pesquisa de preços realizada pelo Procon Campina Grande, nos postos de…