A Paraíba o tempo todo  |
CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

João sanciona com veto, orçamento de quase R$ 12 bilhões para 2019

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Em um dos primeiros atos do novo governo, o governador João Azevêdo (PSB) sancionou, com vetos, a Lei Orçamentária Anual para esta ano aprovada pela Assembleia Legislativa da Paraíba. A medida foi publicada na edição desta quarta-feira (16) do Diário Oficial do Estado.

De acordo com a publicação, fica fixado um orçamento de R$11,8 bilhões para o Estado, que será distribuído entre despesas do próprio Governo e repasses para os demais poderes, como o Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, além do Ministério Público, Defensoria Pública e Universidade Estadual da Paraíba.

O governador, porém, publicou uma série de vetos relativos a emendas que foram aprovadas para o Orçamento, levando em conta estudos realizados por técnicos da Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão.

Segundo o texto, o poder Executivo poderá transpor, remanejar, transferir, utilizar, total ou parcialmente, as dotações orçamentárias constantes nesta Lei e em seus créditos adicionais, em decorrência da extinção, transformação, transferência, incorporação ou desmembramento de órgãos e entidades, bem como de alterações de suas competências ou atribuições, mantida a estrutura programática, expressa por categoria de programação.

O orçamento foi aprovado  pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), durante sessão extraordinária realizada no final do ano passado. O Projeto de Lei 1981/2018, de autoria do Governo da Paraíba, estima a receita e a despesa do estado para o próximo ano.

O relator da matéria, deputado Hervázio Bezerra, votou pela aprovação da peça orçada em 11,8 bilhões, o valor representa um acréscimo de 7,64% em relação ao ano de 2018. De acordo com o deputado, a LOA tem como função balizar o planejamento estratégico do estado em seus diversos órgãos para a confecção dos seus objetivos constitucionais. “A peça orçamentária é consistente e, no geral, refletindo as necessidades públicas mais urgentes”, afirmou Hervázio.

 

Redação

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe