Por pbagora.com.br

Toda crise, como a que o país vive agora com a pandemia do coronavírus, representa uma ameaça, mas pode ser também uma oportunidade de fazer diferente e descobrir novos caminhos. E é nesses momentos que a inovação pode ser um diferencial para os pequenos negócios. Quem fala dessa possibilidade é o gerente da Unidade de Gestão, Inovação e Competitividade do Sebrae-PB, Elinaldo Macêdo, onde destaca que inovar e buscar se adequar ao momento é fundamental para a pequena, média e grande empresa.

Segundo ele, na economia moderna, a vantagem competitiva está naquelas empresas que conseguem ser mais ágeis, e não exatamente as maiores. Elinaldo Macêdo destacou que no decorrer do último ano, a pandemia trouxe mudanças de hábito no cotidiano do consumidor, o que exigiu alteração na postura do empresariado. E para atender às necessidades dessa demanda, muitos tiveram que sair da zona de conforto e encontrar, na dificuldade, mais oportunidade.

“A cultura da inovação deve ser perseguida por cada gestor. A gente fala muito da compra e venda, mas também há inovação na fabricação do produto, que pode sofrer modificações; na comercialização, na comunicação. Ou seja, você tem de inovar em várias frentes para que sua empresa seja visualizada. O pequeno tem de acompanhar as boas experiências e os grandes, por sua condição financeira e resultados, puxam esse processo. Visualizar oportunidade não é só coisa de gente grande, mas de empreendedor”, afirmou o especialista.

Quando se fala em inovação, a maioria das pessoas normalmente imagina o uso de tecnologias de ponta, com robôs, nanotecnologia etc. Mas o conceito de inovação de acordo com ele, vai bem, além disso, e não está restrito ao universo das grandes corporações e nem tão pouco da alta tecnologia.

Conforme ele, a inovação pode ser aplicada nas empresas por meio de ações incrementais. Ela se apresenta quando conseguimos propor soluções para problemas específicos e, nesse momento, são muitos os problemas que as empresas já estão enfrentando e vão enfrentar. Inovar pode até ser vender o mesmo produto ou serviço de sempre, mas de uma forma diferente.

Redação

Notícias relacionadas

Saiba quem recebe nesta terça-feira o Auxílio Emergencial

Hoje (20), a Caixa Econômica Federal (CEF) realiza o pagamento do Auxílio Emergencial para os beneficiários nascidos em julho. As parcelas, que podem variar de R$ 150 a R$ 375,…