A Paraíba o tempo todo  |

Inflação no trimestre sobe menos para a terceira idade, mostra FGV

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A inflação para a terceira idade acumulou alta de 1,51% no primeiro trimestre do ano, inferior ao 1,66% registrado para o conjunto da população, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (6) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). No trimestre anterior, o Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade (IPC-3i) havia ficado em 1,60%.

 

 

No acumulado em 12 meses, no entanto, o IPC-3i, que mede a variação da cesta de consumo de famílias majoritariamente compostas por indivíduos com mais de 60 anos de idade, ficou em 6,50%, acima dos 6,32% do IPC-BR.

 

Grupos

Na passagem do quarto trimestre de 2008 para os primeiros três meses deste ano, a maior influência de queda veio de vestuário: a taxa do grupo passou de 2,27% para –1,01%. Também contribuíram para o recuo do IPC-3i as taxas de habitação (de 1,12% para 1,06%) e transportes (de 1,33% para 1,23%).

Segundo a FGV, a queda do indicador não foi maior devido às altas verificadas nas taxas de despesas diversas (de 0,53% para 0,88%), saúde e cuidados pessoais (de 1,43% para 1,50%), educação (de 1,65%para 1,86%) e alimentação (de 2,36% para 2,38%).

G1

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe