Por pbagora.com.br

Um levantamento realizado pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas Econômicas e Sociais da Paraíba (IFEP) constatou que houve uma queda de 4,11% no número de consumidores inadimplentes da região metropolitana de João Pessoa.

Segundo a pesquisa houve uma redução no número de inadimplentes (endividados com contas em atraso). Em setembro, 19,57% dos entrevistados admitiram possuir alguma dívida em atraso. O percentual é 4,11% menor que o registrado em agosto deste ano (23,68%).
É bom ressaltar que 54,69% dos consumidores inadimplentes tentaram renegociar suas dívidas com os credores. As maiores dificuldades encontradas para a renegociação foram apontadas como sendo a elevada taxa de juro (48,57%) e os prazos curtos para pagamento (34,29%).
Dentre os principais motivos da inadimplência, os consumidores alegaram a falta de planejamento nos gastos do lar (37,50%), gastos inesperados (18,75%), como: doenças, acidentes e desemprego (12,50%).

Endividamento

O Instituto Fecomércio de Pesquisas Econômicas e Sociais da Paraíba (IFEP) também informou que em setembro 72,67% dos consumidores da Região metropolitana de João Pessoa possuem algum tipo de dívida voluntária (parcelamentos de cartão de crédito, carnê, cheque pré-datado, empréstimos pessoais, entre outros). Este resultado representa uma queda de 3,90% na comparação com agosto (76,56%). Segundo a pesquisa, os consumidores apresentaram em média 41,04% de comprometimento de sua renda com pagamento de dívidas.
Na análise por sexo, o percentual de endividamento das mulheres (74,90%), foi superior ao dos homens (69,95%). Por faixa salarial, os consumidores com rendimentos até dois salários mínimos foram os mais endividados (80,56%). Quanto ao estado civil, o maior nível de endividamento ficou com os divorciados (78,00%).