Brasília(DF), 07/10/2015 – Postos de combustíveis aumentam o valor do etanol. Posto Ipiranga 114/115 norte . Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

Pesquisa comparativa para combustíveis realizada pelo Procon-JP nesta quarta-feira (13) encontrou o menor preço da gasolina na Capital a R$ 4,219 (Posto Extra – Bairro dos Estados). No dia 30 de outubro, o valor estava em R$ 4,189. O número de postos que aumentou o preço do produto chegou a doze, 72 mantiveram e 18 reduziram.

Quanto ao maior preço, a gasolina está com o valor de R$ 4,499 (Select – Tambaú). O Procon-JP constatou, ainda, que a média dos preços para o produto neste levantamento está em R$ 4,370 para pagamento à vista. O secretário Helton Renê informa que a pesquisa também percebeu que a oscilação deste levantamento ocorreu dentro da margem verificada nos dois últimos meses. O Procon-JP visitou 103 estabelecimentos.

Álcool – O menor preço do álcool registrou aumento, saindo de R$ 2,960 no dia 30 de outubro para R$ 3,080 (posto GF – Centro). O maior preço do produto, no entanto, caiu de R$ 3,499 para R$ 3,299 (Jesus de Nazaré – Castelo Branco, Ale – Bairro das Indústrias, Bancários – Bancários, São Severino – Castelo Branco, JR Manaíra, Big Tambaú – Tambaú, e Select – Tambaú). Sete postos aumentaram, 71 mantiveram e 10 reduziram o preço do etanol.

 Diesel S10 – O menor preço do óleo diesel S10 se manteve em R$ 3,499 (Auto Posto – Valentina), o mesmo registrado na pesquisa anterior. O maior valor também continua em R$ 3,899 (Texas – Funcionários II, Quadramares – Manaíra, e Select – Tambaú). Dez postos reduziram, 76 mantiveram e 5 aumentaram o preço do produto em comparação com a pesquisa do final do mês passado.

GNV – O menor preço do Gás Natural Veicular (GNV) continua em R$ 3,660 (Frei Damião  – Ipês, e Metrópole – Tambiá) e o maior caiu de R$ 3,719 para 3,699 (Postos Santa Júlia – Expedicionários). Dos 12 estabelecimentos que comercializam o produto na Capital, todos mantiveram o preço.

Para consultar a pesquisa completa clique aqui.

 

Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em Campina Grande: preço do panetone pode variar até 258% 

Para contribuir com o poder de compra do campinense, o Procon Municipal realizou nessa quarta-feira, 11, uma pesquisa comparativa de preços dos produtos mais consumidos neste período do ano. Para…