A Prefeitura Municipal de Campina Grande, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, consolidou dois grandes eventos – Campina Folia e Carnaval da Paz – no calendário turístico da cidade.
 
Os eventos  já existiam antes, porém um trabalho elaborado para profissionalizar ainda mais cada um deles, resultou num crescimento que superou as expectativas. A informação é da secretária de Desenvolvimento Econômico, Rosália Lucas.
 
Ela destacou ainda que, “em 2020, por exemplo, o Campina Folia contou com 26 eventos realizados efetivamente, e mais de 500 postos de trabalho gerados diretamente e um público de mais de 100 mil pessoas durante a sua realização”.
 

 
No que diz respeito ao Carnaval da Paz, evento singular em todo o Brasil, os números a cada ano estão maiores. Foram nove eventos simultâneos com um público de mais de 220 mil pessoas e mais de 3.000 postos de trabalho gerados diretamente, durante o período de Carnaval.
 
A STTP disponibilizou mais de 332 agentes entre o Campina Folia e o Carnaval da Paz para atuar na organização do trânsito.

SindCampina – Já o presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Campina Grande, Divaildo Júnior faz uma avaliação positiva da realização do Carnaval da Paz.
 
Ele afirma que, “no que diz respeito a taxa de ocupação de leitos, não atingimos os 95% do ano passado, mas ficou acima de 90%, algo em torno de 91,7%. Isso em decorrência na oferta de mais leitos na cidade, o que é muito bom “.
 
Durante a realização do Carnaval da Paz do ano passado, Campina Grande contava com 3.200 leitos, este ano houve um incremento de mais  450 leitos.
 
No que diz respeito a gastronomia, o SindCampina cita alguns exemplos que tiveram êxito acima da média, os restaurantes no entorno do Parque do Povo e o Partage Shopping localizado nas proximidades do Centro de Convenções do Garden e do Spazzio. Divaildo destaca também a intervenção de marketing especifica feita pelo shopping.
 
– Nós acreditamos muito no potencial do evento, para que ele continue a crescer é nítida a necessidade de uma articulação conjunta entre todos os organizadores de todos os eventos para  um planejamento coletivo em 2021. A Prefeitura sendo a maior patrocinadora, pode impor uma série de contrapartidas no sentido de unificar o marketing – conclui Divaildo Júnior.

Redação com assessoria

Deixe seu Comentário