Por pbagora.com.br
Foto: Rafaela Felicciano / Metrópoles

Desde o último dia 20.03, que começou a valer a redução de R$ 0,14 do preço médio do litro da gasolina nas refinarias a mando da Petrobras. A diminuição de 4,95% no valor médio do combustível, no entanto, pode demorar a chegar nas bombas dos postos, ou nem chegar, pois segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado da Paraíba (Sindipetro-PB), Omar Aristides, a redução do valor final do produto depende principalmente das distribuidoras.

A Petrobras detém o monopólio das refinarias no Brasil e por isso é ela quem estabelece a política de preços dos combustíveis. Entre as refinarias e os postos (consumidor final), existem as distribuidoras, que são as responsáveis por firmar o valor do combustível que é repassado aos postos aplicando sua margem de lucro. Só então, após o valor definido pelas distribuidoras, é que os estabelecimentos que fornecem a gasolina para o consumidor final aplicam sua margem de lucro e chegam no preço final do litro.

Neste caso, a Sindipetro informou, por meio de sua assessoria, que não há redução na maioria dos postos porque ainda não houve sinalização das distribuidoras do novo valor do repasse. Além disso, a maioria dos postos faz a compra de combustíveis geralmente uma vez por semana, alguns com maior faturamento fazem duas vezes, então qualquer alteração como essa feita nas refinarias naturalmente demora para chegar no bolso do consumidor. Aumentos frequentes Para além da cadeia que os reajustes feitos pela Petrobras nas refinarias, o mercado ainda lida com a consequência de seis aumentos consecutivos desde o início de 2021. O preço médio do litro da gasolina subiu cerca de 46%, enquanto o do diesel subiu 41% de janeiro até aqui. A escalada da gasolina é causada pela alteração do dólar, que é usado como referência na política de preços da Petrobras.

Veja a nota do Sindipetro-PB, explicando aos consumidores sobre recolhimento de impostos pelos postos e a descrição dos mesmos na nota fiscal.:

https://www.instagram.com/p/CMPJ-4MHCHF/

Redação

Notícias relacionadas

Saiba quem recebe nesta terça-feira o Auxílio Emergencial

Hoje (20), a Caixa Econômica Federal (CEF) realiza o pagamento do Auxílio Emergencial para os beneficiários nascidos em julho. As parcelas, que podem variar de R$ 150 a R$ 375,…

Pessoas com câncer terão direito a atendimento prioritário, na PB

A Lei que garante atendimento prioritário às pessoas em tratamento oncológico nos estabelecimento da Paraíba, entra em vigor nesta terça-feira (20. A lei foi publicada no Diário Oficial do Estado…