O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) variou 0,35% em março, uma alta de 0,10 ponto percentual em relação ao mês anterior, quando registrou 0,25%. Em março de 2019, o índice foi de 0,52%. Na Paraíba, o custo do setor de Construção Civil está 0,04% mais caro na Paraíba no mês de março deste ano.

Os dados, divulgado esta semana pelo IBGE, mostram que, o custo médio de um m² na Paraíba em março ficou em R$ 1.110,86, ficando R$ 0,39 mais caro do que o mês de fevereiro, quando o valor era de R$ 1.110,47.

Este é o segundo aumento consecutivo no ano, visto que, em fevereiro houve uma elevação de aproximadamente 0,09% nos custos, em comparação ao mês de janeiro. Se compararmos os meses de março de 2019 e 2020, este aumento é maior. No ano passado, gastava-se em média R$ 1.086,51 por metro quadrado. A elevação foi de aproximadamente 2,25%.

No Nordeste, a Paraíba é o segundo estado com o maior gasto médio por metro quadrado, ficando atrás apenas do Maranhão (R$ 1.126,58). O estado mais barato é Sergipe (R$ 1.002,65).

No Brasil, neste ano o custo cresceu 0,35% em março em relação a fevereiro. A alta foi influenciada principalmente pelos aumentos de salários na Bahia, estado de terceiro maior peso na taxa nacional, e no Amapá.

“A Bahia teve uma influência sobre o cálculo porque tanto o estado quanto a região Nordeste têm peso nacional. Com isso o acordo coletivo teve uma forte incidência em cima do resultado final nacional”, explica o analista da pesquisa Augusto Oliveira.

“Apesar do Amapá ter a maior variação que é 2,54%, ele está na 24ª posição em relação ao peso. Então esse peso no agregado final tanto regional quanto nacional é muito pequeno. Mas nesse mês, por causa do acordo coletivo, ele tem influência na variação nacional”, completa.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB perderá R$ 355 milhões devido à pandemia do Covid-19, diz secretário

Muito se fala do impacto econômico que a pandemia do novo coronavírus trará para o mundo, mas aqui na Paraíba onde mais nos atinge, qual será o impacto? Quem responde…

“No período da pandemia, o turismo está reduzido a zero”, diz presidente da PBTur que prevê retomada lenta do setor

A divulgação dos principais roteiros turísticos do Destino Paraíba prossegue durante o isolamento social em todo Brasil. Desde a segunda quinzena de março deste ano, a Empresa Paraibana de Turismo…