Por pbagora.com.br

Depois de abrir em alta, o mercado de câmbio acompanha a melhora de humor na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) nesta quinta-feira (14) e passa a operar em forte queda a menos de uma hora do fechamento do pregão. Por volta das 15h45, a moeda americana era negociada a R$ 2,081 para a venda, com baixa de 1,18%.

Bovespa ‘vira’ e tem valorização

 

Um operador de câmbio de uma corretora nacional que preferiu não ser identificado afirmou que nos últimos dias o mercado de câmbio doméstico tem estado bastante ligado às bolsas de valores globais.

Após as perdas acumuladas nas últimas três sessões, os mercados acionários lá fora invertiam o movimento do início da sessão e subiam, estimulando a perda de força do dólar ante o real, segundo o operador.

 

Aposta

Apesar do fortalecimento do dólar nas últimas duas sessões, a moeda norte-americana vinha de uma tendência de depreciação, acumulando queda em torno de 11 por cento desde o início de março.

O mercado relacionou o avanço pontual recente à piora do humor externo nos últimos dias e ao aumento das apostas de alta no dólar no mercado futuro -apesar de elas ainda estarem bem abaixo das máximas de cerca de US$ 14 bilhões registradas nos piores momentos da crise.

De acordo com os dados mais recentes disponibilizados pela BM&F, as posições compradas dos investidores estrangeiros no mercado futuro de dólar voltaram a beirar US$ 3 bilhões nas últimas três sessões, frente à mínima em oito meses de US$ 1,9 bilhão no dia 8 de maio.

 

Véspera

Na quarta-feira, o dólar fechou em forte alta perante o real, em meio ao mau humor nos mercados acionários em todo o mundo. A divisa encerrou o pregão com avanço de 1,86%, a R$ 2,106 para a venda. Mesmo assim, o dólar ainda acumula depreciação de 3,5% neste mês.

 

G1

Deixe seu Comentário