Por pbagora.com.br

As calçadas das ruas Marquês do Herval e Floriano Peixoto área central de Campina Grande, estão temporariamente ocupadas por comerciantes ambulantes. O ocupação é consequência do incêndio ocorrido no último domingo no shopping popular e do cumprimento de ação judicial que retirou os ambulantes das calçada em frente ao supermercado Rede Compras.
Inicialmente os ambulantes que comercializam seus produtos na Floriano Peixoto, voltaram as ruas desta vez armando as suas barracas próximo da Catedral. A polícia foi chamada, e de forma pacífica, retirou os comerciantes. Na tarde da última quinta-feira, foi a vez dos ambulantes que comercializam produtos no shopping popular, tomarem as ruas.  

O shopping foi interditado pelo Corpo de Bombeiros e Ministério Público, e os comerciantes reclamam dos prejuízos. Eles armaram tendas nas calçadas da rua Marquês do Herval e nas proximidades do antigo cine Capitólio. Reivindicam um espaço para trabalhar. Alguns chegaram em entrar em confronto disputando espaços para armar suas tendas. A polícia foi chamada ao local mas não houve confronto.

Uma reunião na tarde desta quinta-feira (13) determinou a realização de uma última fiscalização conjunta de técnicos da prefeitura, bombeiros e Ministério Público para a liberação do centro comercial já a partir da segunda-feira (17).
Mais de 300 comerciantes trabalham no prédio. A prefeitura terá ainda 15 dias para elaborar um plano de segurança e mais 15 dias para iniciar a reforma do shopping popular, segundo Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado na terça-feira (11) com a Promotoria do Consumidor. Se o acordo não for cumprido, pode ser cobrada uma multa de R$ 100 mil.

O incêndio destruiu pelo menos 15 lojas no primeiro andar do prédio e, de acordo com o Instituto de Previdência do Servidor Municipal (Ipsem), responsável pelo gerenciamento do local, todo o shopping retomará o funcionamento normal, com obstrução apenas da área mais prejudicada que ficará em reforma.
A Prefeitura de Campina Grande informou que uma linha de financiamento através da Agência Municipal de Desenvolvimento Econômico (AMDE) será aberta para minimizar os prejuízos dos comerciantes.

O prefeito Romero Rodrigues garantiu que a prefeitura vai se responsabilizar pela reforma dos boxes e revitalizar o espaço. Nesta sexta-feira (14), serão feitos testes com os técnicos da Secretaria de Obras, Ministério Público e bombeiros.

Severino Lopes

PBAgora

Notícias relacionadas

Mega-Sena pode pagar R$ 33 milhões nesta quarta-feira

O concurso 2.362 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 33 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h desta quarta-feira (14) no Espaço Loterias…