Por pbagora.com.br

 O Procon Campina Grande realizou, na segunda semana de fevereiro, a
pesquisa mensal de preços dos produtos que compõem a cesta básica. O
levantamento, realizado em doze supermercados, inclui uma lista de 22
itens. Os produtos verificados apresentam variações significativas de um
estabelecimento para o outro, o que, segundo o órgão, torna a pesquisa um
instrumento valioso na hora de economizar.

 

De acordo com o levantamento, o valor da cesta básica está 6,4% mais barato
este mês, em relação ao menor preço verificado na pesquisa realizada em
janeiro, quando o menor preço praticado era de R$ 188,83. Na pesquisa
atual, os valores estão oscilando entre R$ 177,44 e R$ 223,77, sendo a
variação entre o menor e o maior de 26,1%. O menor preço da cesta básica
foi registrado em um supermercado da Avenida Floriano Peixoto.

 

Foram encontrados três produtos com variação superior a 100%. Entre eles
está o sal de cozinha (101%), custando entre R$ 0,59 e R$ 1,19. A farinha
de mandioca teve variação de 113%, custando entre R$ 3,28 e R$ 6,99. E o
papel higiênico, que registra a maior variação desta pesquisa (170,7%), tem
preços oscilando de R$ 0,99 a R$ 2,68.

 

O café, pacote com 250g, pode ser encontrado com diferença de preço de 98%,
sendo o menor de R$ 1,49 e o maior de R$ 2,38. Já no preço do quilo do
frango, a variação registrada é de 65%, tendo os preços oscilando entre R$
3,99 e R$ 6,59.

 

O fubá, pacote 500g, aparece com índice de 95% de variação, e tem preços
entre R$ 0,59 e R$ 1,15. Outro exemplo de variação elevada é o biscoito
cream cracker, pacote 400g, com 66% de diferença entre estabelecimentos,
custando de R$ 1,80 a R$ 2,99.

 

A tabela completa com todos os itens pesquisados nos doze principais
estabelecimentos comerciais da cidade encontra-se à disposição do
consumidor na sede do Procon Municipal, situado na Rua Afonso Campos, nº.
304, 2º andar, Centro, e também através do endereço eletrônico:
www.proconcg.pb.gov.br.

 

AScom