Por pbagora.com.br

Os órgãos que fazem parte do Sistema Estadual de Defesa do Consumidor na Paraíba convocaram representantes da Nokia, Sony Ericsson e LG para audiência no dia 12 de maio, na sede do Procon estadual, no parque Solon de Lucena, em João Pessoa, quando vão tratar dos problemas decorrentes da falta de assistência técnica nas cidades paraibanas. A informação é do secretário executivo do Procon estadual, Roberto Sávio, presidente do sistema.

A audiência foi uma decisão tomada durante a segunda reunião do sistema, presidida pelo secretário executivo do Procon, Roberto Sávio e que contou com a participação do secretário adjunto Ronaldo Albuquerque; da coordenadora do Sindec, Késsia Bezerra Cavalcante; e dos coordenadores dos Procons de Campina Grande, Cabedelo e Bayeux. “Estamos com muitas reclamações de pessoas que estão com problemas nos celulares e não encontram assistência técnica,” enfatizou Roberto Sávio.

Além de convocar as operadoras de telefonia móvel, foi agendada também para o próximo dia 12 reunião com representantes da Energisa. “O objetivo é firmar um termo de ajustamento de conduta com a empresa para estabelecer um prazo que atenda aos interesses das partes, para a negativação no SPC (Sistema de Proteção ao Crédito) dos clientes que estão inadimplentes. Atualmente, a Energisa está mandando pro SPC, clientes com contas atrasadas em quinze dias. Vamos tentar firmar no TAC um prazo maior,”, explicou Ronaldo Albuquerque.
Campanha Empréstimo Consignado – Outro assunto discutido na reunião do sistema estadual de defesa do consumidor, foi a necessidade de fazer uma campanha educativa com os aposentados para esclarecimentos sobre empréstimos descontados em folha de pagamento.

Cada órgão que participa do sistema vai enviar sugestões para o material educativo que será confeccionado e usado na campanha de esclarecimento sobre empréstimos consignados. Essas sugestões serão discutidas durante a terceira reunião do sistema, no próximo dia 29, em Campina Grande, quando serão definidos todos os detalhes da campanha.
 

Secom