Por pbagora.com.br

A crise econômica está deixando a carne mais barata e as refeições dos brasileiros, mais saborosas e mais em conta. De janeiro a julho deste ano, enquanto o peixe e o frango ficaram mais caros, a carne baixou 5,83%.

Os cortes de primeira estão ainda mais baratos. No período, a alcatra caiu 9,84% e o contra-filé, 9,27%. Já a picanha ficou 14,22% mais barata.

A carne já não é mais artigo de luxo na listinha do supermercado. A explicação para esse corte vem lá de fora. Por causa da crise economica, países que costumam comprar carne do Brasil reduziram os pedidos. A opção para os frigiríficos foi abastecer as prateleiras do mercado interno. Melhor para os consumidores. Com mais oferta, o preço cai.

"Acho que dá pra aproveitar bem e com calma", diz o economista Salomão Quadros. "Não precisa ir correndo estocar, nem comer todo o churrasco que não comeu. Dá pra aproveitar bem, saborear com calma, mas também saber que faz parte da vida você em certos momentos ter carne mais cara e carne barata."

A aposentada Marilsa Lyra aproveita o momento e as promoções também. Comprou alcatra nesta quarta-feira (5) a R$ 7,90 o quilo. Para alegria do marido, carne é o prato do dia, todos os dias.

"O prato de hoje é bife acebolado. Amanhã é parmeggiana. Depois, nesse fim de semana, a gente já está inteirando para um churrascozinho", diz a aposentada.

 

G1