Por pbagora.com.br

A Câmara Municipal de Campina Grande aprovou, por unanimidade, na manhã desta terça-feira (24), o Requerimento nº 118/2021, de autoria do vereador Olimpio Oliveira, que apela ao prefeito Bruno Cunha Lima, que reconsidere a decisão de reajustar o Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU, na ordem de 3,27%, conforme noticiado pela imprensa.

O requerimento gerou uma série de contestações por parte do prefeito Bruno Cunha Lima e de vereadores ligados ao governo, os quais alegavam que não houve reajuste linear do IPTU e que seria apenas aplicada a correção inflacionária. Entretanto, o vereador Olimpio Oliveira lembrava que o prefeito tinha prometido que não haveria reajuste do imposto e o compromisso não estaria sendo honrado: “Não importa o apelido que se queira atribuir ao reajuste, o fato é que o aumento do IPTU pesará no bolso do contribuinte”, contestava Olimpio.

De forma surpreendente, o requerimento foi aprovado na Sessão Ordinária desta terça-feira (23), sem qualquer contestação por parte da bancada de sustentação do governo municipal.

Assessoria de comunicação

Notícias relacionadas

João Azevêdo explica motivos que levaram o governo a renovar decretos

Ao conceder entrevista na manhã desta segunda-feira (19), o governador João Azevêdo (Cidadania), explicou os motivos que levaram o governo do Estado a renovar o Decreto Estadual flexibilizando algumas atividades…

AGORA É LEI! Pessoas com câncer têm direito a atendimento prioritário em estabelecimentos da Paraíba

A Lei que garante atendimento prioritário às pessoas em tratamento oncológico nos estabelecimento da Paraíba, entra em vigor nesta terça-feira (20. A lei foi publicada no Diário Oficial do Estado…