Por pbagora.com.br

 O pagamento de 387 servidores aposentados e beneficiários de pensão do governo federal será suspenso pelo Ministério do Planejamento. Essas pessoas não procuraram a rede bancária durante março, abril e maio para fazer o recadastramento anual de 2013 na Paraíba. A suspensão já ocorre na folha de pagamento deste mês de setembro.

 

Quem perdeu o prazo, pode se recadastrar no setor de recursos humanos do órgão por onde se aposentou. A secretária de Gestão Pública do ministério do Planejamento, Ana Lúcia Amorim, explica que o benefício pode ser "restabelecido na próxima folha de pagamento e o valor vai ser pago retroativo. A pessoa não vai perder nenhum mês do benefício, ele só vai ser suspenso temporariamente até o recadastramento. Porém, o benefício vai ser cancelado se ninguém comparecer nessa nova chance."

 

O beneficiário deve comparecer a uma das seis mil agências dos bancos conveniados no mês em que faz aniversário. Todos são avisados três vezes sobre a obrigatoriedade do comparecimento. Em todo o País, dos mais de 235 mil avisos individuais para recadastramento emitidos pela Secretaria de Gestão Pública do Ministério do Planejamento entre março e junho, 8.330 pessoas deixaram de comparecer à rede bancária, o equivalente a 3,5% dos convocados no período.

 

A unidade da Federação com maior número de suspensões é o Distrito Federal, com 2.875, seguido por Rio de Janeiro, com 1.419 e Pará, com 426. A cada mês, cerca de 59 mil servidores são convocados a se recadastrar. Ao longo do ano de 2013 deverão ser recadastrados 388 mil aposentados, 318 mil beneficiários de pensão e quatro mil e quatrocentos anistiados políticos.

Redação com Agência do Rádio