Por pbagora.com.br

Mais de 5 milhões de microempreendedores individuais (MEI) tiveram acesso ao benefício do auxílio emergencial concedido pelo governo federal devido à pandemia da Covid-19. Esse número corresponde à metade dos 10,7 milhões de MEI registrados atualmente no país. Os dados do governo mostram que mais de 1,3 milhão de empreendedores dessa categoria de pequenos negócios não foram beneficiados pelo auxílio. Ao analisar essa situação, o gerente de políticas públicas do Sebrae Paraíba, Luciano Holanda, destacou que o benefício é importante para apoiar os Microempreendedores Individuais.

“Principalmente aqueles dos segmentos mais afetados, para o enfrentamento desse momento de pandemia e para ordenarem a retomada da operação de seus negócios”, afirmou Luciano Holanda, ao comentar que somente na Grande João Pessoa (que inclui a capital, Bayeux, Cabedelo e Santa Rita), mais de 26 mil Microempreendores Individuais (MEIs) receberam o benefício de R$ 600 do auxílio emergencial. Por outro lado, quase 8 mil tiveram o pedido negado. Já em Campina Grande, 9.217 tiveram acesso ao dinheiro e 2.609 ficaram de fora.

Quando avalia os números de solicitação do auxílio Emergencial na Grande João Pessoa e em Campina Grande, ele afirma que o número de beneficiados poderia ter sido maior, considerando que o Estado já supera 147 mil MEIs. Para quem tentou, mas não foi contemplado com o benefício, Luciano Holanda ressalta que vale buscar orientações no site oficial da Caixa Econômica Federal, na seção do Auxílio Emergencial, para entender a razão do não enquadramento.

Redação

Deixe seu Comentário