Por pbagora.com.br

A Caixa deverá lançar hoje (7) o aplicativo para solicitação do benefício de R$ 600 a R$ 1.200 para ajudar trabalhadores autônomos, informais e microempreendedores individuais (MEIs) durante a crise do coronavírus. O valor será pago por três meses, mas poderá ser prorrogado pelo Executivo.

Após o registro feito e aprovado, o trabalhador poderá receber o benefício em até 48 horas. No próprio aplicativo, será verificado se o solicitante possui todos os requisitos para pedir o auxílio emergencial.

O pedido via aplicativo deverá ser feito por trabalhadores que não estão em nenhuma base de dados do governo. Ou seja, aqueles que não se inscreveram no Cadastro Único (CadÚnico) do governo federal até 20 de março ou não são beneficiários do Bolsa Família. Portanto, MEIs, autônomos e trabalhadores informais devem ficar atentos para preencher a ficha pelo celular. Os demais já estão aptos a receber a ajuda.

Entre os dias 16 e 30 de abril, quem faz parte do Bolsa Família poderá optar por receber um dos dois benefícios, o que for mais vantajoso financeiramente.

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni afirmou, em coletiva de imprensa semana passada, que o Governo Federal tem a intenção de realizar os depósitos para os trabalhadores antes da Páscoa.

 

Redação 

Notícias relacionadas

Senac abre mais de 2 mil vagas para cursos, workshops, palestras e oficinas na Paraíba

O Serviço Nacional do Comércio (Senac), está com inscrições abertas para mais de 2 mil vagas para cursos, workshops, palestras e oficinas na Paraíba. No total, são 2.059 vagas disponíveis…

Inovar é a ‘saída’ para pequenos negócios diante da crise fruto da pandemia

Toda crise, como a que o país vive agora com a pandemia do coronavírus, representa uma ameaça, mas pode ser também uma oportunidade de fazer diferente e descobrir novos caminhos,…