A Energisa divulgou ontem que 27% das prefeituras paraibanas estão com as contas de energia em atraso. A inadimplência do setor público representa um débito superior de R$ 6 milhões para a concessionária. Segundo a assessoria de imprensa da Energisa, em média, entre oito e 10 prefeituras têm o fornecimento de energia interrompido todos os meses por falta de pagamento.

 

Além do combate ao furto de energia, o famoso gato, a inadimplência tem sido umas das práticas mais combatidas pela Energisa desde o ano passado. Em levantamento recente, a concessionária identificou que quase 60 prefeituras da Paraíba estão com contas de energia em aberto e não pagam os faturamentos mensais em dia acumulando.

 

Por conta desses atrasos, algumas prefeituras chegaram a pagar, somente em juros e multa, mais de R$ 24 mil no ano passado. “O combate a inadimplência garante a excelência das operações da empresa. O cliente precisa saber, que todos os serviços, inclusive a realização de novas ligações, estão condicionados ao fato da unidade consumidora não ter débitos com a empresa”, explica Nadja Trigueiro, coordenadora do Departamento Comercial da Energisa.

 

 

 

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB registra melhor resultado na geração de empregos para julho dos últimos 8 anos

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado esta semana pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, mostram que o estado da Paraíba apresentou…