Por pbagora.com.br

É muito comum nos depararmos com pessoas em inicio de ano, que estão o tempo todo correndo, para tudo quanto é lugar, de forma desenfreada, acreditando que se assim não fizerem, não chegarão a lugar nenhum e nem conseguirão ser alguém. Mas o que essas pessoas não sabem é que dessa maneira elas não chegarão a lugar nenhum mesmo. Mas não porque estão correndo de forma desenfreada – o que consome, sim, muita energia e recursos –, mas porque correm sem ter um rumo certo, sem saber aonde querem chegar. Para o Para o psicólogo, André Assunção, sonhar não é planejar.

O que essas pessoas não sabem é que sem um grande objetivo ou meta em mente, não faz diferença andar devagar ou correr. Na idade da pedra, por exemplo, os humanos também corriam, mas lá eles sabiam que se não corressem seriam devorados pelos selvagens animais. Ou seja, eles tinham um objetivo, um propósito. E por isso funcionava.

“Algumas vezes, os sujeitos prometem o que não podem cumprir e fazem planos maiores do que seu alcance pessoal, sonhando mais do que planejando ou executando. Sonhar não é o mesmo que planejar. Sonhar envolve fantasias irreais. Planos envolvem expectativas e realidades”, destaca o psicólogo.

 

Redação

Deixe seu Comentário