Por pbagora.com.br

 A vida em cidade diferentes, a rotina de início de temporada, os compromissos profissionais de cada um, tudo isso contribuiu para o fim do romance de quase quatro meses de Emerson Sheik e Antônia Fontenelle. A atriz deu uma declaração nesta segunda-feira, 17, ao colunista Léo Dias, do jornal carioca O Dia, dizendo que estava pronta para um novo relacionamento, mas que havia se enganado.

“Eu achei que estava pronta para assumir um novo relacionamento, me enganei. Peço perdão ao Emerson”, declarou ela.

Procurado pelo EGO, o jogador não quis entrar em detalhes sobre o fim do relacionamento. “Isso não vem ao caso. A Antonia não precisa pedir desculpas por nada. Ela é linda, uma fofa, queridíssima. É isso o que importa”, disse Sheik.

 

Mas segundo o site apurou, o que contribuiu para o fim do romance foi a distância entre a atriz, que mora no Rio de Janeiro, e o jogador, que fica em São Paulo. A dupla passou o Réveillon junta, e se viu pela última vez em clima de romance no dia 2 de janeiro. Os dois voltariam a se ver novamente no dia 6 de fevereiro, no Copacabana Palace, durante o aniversário do empresário Isaac Azar, que é sócio e compadre de Sheik. Mas lá o clima era apenas o de um encontro entre amigos.

Ainda segundo pessoas que conviveram com Emerson e Antonia, a pré-temporada de Sheik no Corinthians, na qual ele fica concentrado e treinando direto também ajudou a afastar o casal.

 

O início do namoro

Emerson e Antonia se conheceram através de amigos em comum e rapidamente gostaram um do outro. Ela do senso de humor dele, e ele dela toda. A coisa começou a engrenar depois de uma viagem que a atriz fez a São Paulo, e na qual encontrou o jogador. De volta ao Rio de Janeiro, os dois foram vistos em uma balada, em seguida embarcaram para Angra dos Reis, onde o jogador tem casa. Ela, ele e os filhos de ambos. Antônia ficou encantada com Emerson Filho, de 7 anos, e Henri, de 5, e Emerson conversou sobre futebol com Samuel, de 17 anos, filho do primeiro casamento da atriz. Antônia também conheceu Cuta, a macaquinha de estimação de Sheik. Foi lá também que eles decidiram a viagem pelo Nordeste. Só não esperavam ser fotografados tão rápido, mas também não se importaram por não estar escondendo nada de ninguém.

Ego