A Paraíba o tempo todo  |

“Paixão do menino Deus”: Funjope monta estrutura do espetáculo que começa quarta-feira

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Aos poucos, a Praça Dom Adauto, no Centro da Capital, vai sendo modelada para tomar as formas do espetáculo ‘Paixão do Menino Deus’, que marcará este ano a tradicional encenação sacra da Paixão de Cristo. As arquibancadas estão em fase final de montagem e ainda nesta segunda-feira (6), será feita a instalação do tablado. Na terça-feira (7), os serviços vão se concentrar na implantação dos banheiros químicos e dos camarins. O evento é uma realização da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) e estréia na quarta-feira (8), às 20h.

De acordo com o chefe da Divisão de Artes Cênicas da Funjope, Nanego Lira, os trabalhos começaram no último final de semana. “No sábado, começamos a montar as arquibancadas. Hoje, estamos finalizando a parte de instalação de som, luz e tablado. Na terça-feira, vamos iniciar a parte de banheiros químicos e camarim”, afirmou.

As arquibancadas têm capacidade para 1.500 pessoas. Além dessas vagas, respeitando o princípio de acessibilidade, serão disponibilizadas pelo menos mais 500 cadeiras plásticas na parte térrea, voltadas aos portadores de necessidades especiais.

A infraestrutura do evento conta também com seis banheiros químicos para o público e quatro camarins voltados à preparação dos atores antes de entrarem em cena. Enquanto isso, o tablado terá um espaço reservado tanto para a encenação como para a acomodação dos 13 músicos da orquestra e dos 12 componentes do coral.

Durante a montagem e apresentação do espetáculo, a Funjope contará com o apoio das secretarias municipais de Infraestrutura (Seinfra), Educação e Cultura (Sedec) e Desenvolvimento Social (Sedes). Além desses órgãos, estão oferecendo suporte a Autarquia Municipal Especial de Limpeza Urbana (Emlur) e a Superintendência de Transportes e Trânsito (STTrans).

Cinco dias de teatro ao ar livre – O espetáculo será encenado desta quarta-feira até o domingo (12). Na quarta e quinta-feira, a sessão será às 20h. Da sexta-feira até o domingo haverá duas apresentações por dia, sendo uma às 19h e outra às 21h. Quase 20 mil pessoas devem assistir ao evento durante o período. Cerca de 60 atores e atrizes, além de mais de 150 profissionais, estão envolvidos na peça.

Um gesto de amor ao próximo – Pelo mundo afora, pessoas assistem à encenação da Paixão de Cristo tradicional todos os anos, e sempre têm sede de revê-la. Em João Pessoa, desde 2005, as entrelinhas da história sacra passaram a ser preenchidas com temas paralelos. Porque a mensagem do Cristo é atemporal e ocupa todos os espaços do dia-a-dia.

No caso da peça ‘Paixão do Menino Deus’, de Tarcísio Pereira, a história bíblica, vivenciada por Jesus Cristo, é mostrada paralelamente à vida de Emanuel, que resolve abraçar a difícil causa dos moradores de rua e o envolvimento com o tráfico de drogas. O objetivo dele é combater o uso de entorpecentes na comunidade, em um trabalho de resgate dos jovens. É desta forma que o sacro é associado ao universo urbano contemporâneo.

Secom

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe