Por pbagora.com.br
  1. A OSUFPB apresenta, nesta quarta-feira, 28 de março, o seu segundo concerto da temporada de 2018. A apresentação será na Igreja de São Francisco, às 20:00 horas. A entrada é gratuita.

Este concerto, que será o primeiro dos quatro concertos da Série Ariano Suassuna, no ano de 2018, inaugura algumas novidades que farão parte desta temporada. A primeira é que será dado um enfoque especial à obra do maestro paraibano José Siqueira, o que culminará com concertos especiais em sua homenagem no mês de junho, quando se comemora cento e onze anos de nascimento do maestro consagrado mundialmente, mas ainda pouco conhecido em sua terra natal. Será apresentado o seu “Divertimento nº 5”, obra composta em 1974, gravada em 1980 sob regência do próprio compositor e que, pelo que se tem notícia, desde então não foi mais executada. A partitura manuscrita depositada na Biblioteca da Universidade Federal do Rio de Janeiro foi editada e revisada pelo maestro Thiago Santos. 

 

A segunda novidade trazida neste concerto é a participação do Quarteto Eli-Eri, abrindo o ano como grupo residente da OSUFPB. Para celebrar a parceria, a OSUFPB encomendou ao compositor Eli-Eri Moura uma nova obra para quarteto e orquestra de cordas, que será estreada neste concerto. A obra se chama Armoriatika. 

 

O Quarteto Eli-Eri

 

O Quarteto Eli-Eri PE formado pelos violinistas Rodrigo Eloi e Thiago Formiga, pelo violista Paulo França e pelo violoncelista Leonardo Semensatto. O grupo nasceu no ano de 2015, homenageando o compositor, arranjador, regente e professor da UFPB Eli-Eri Moura e tem se apresentado em diversos eventos, dentro e fora do estado. No ano de 2017 o quarteto recebeu convite para solar com a Orquestra Sinfônica da Universidade Federal da Paraíba, recebendo depois o convite para ser quarteto residente desta Orquestra no ano de 2018.

 

O Regente

Thiago Santos

 

O carioca Thiago Santos foi o primeiro latino-americano contemplado com a bolsa de estudos Leverhulme Arts Scholar para o renomado programa de regência orquestral do Royal Northern College of Music, na Inglaterra. Atuou como regente assistente das orquestras BBC Philharmonic e da Royal Liverpool Philharmonic.

 

No Brasil, dirigiu a Filarmônica de Minas Gerais, Sinfônica de Porto Alegre, Sinfônica de São José dos Campos, Sinfônica da UFRJ, entre outras. Na Inglaterra, também trabalhou com a Stockport Symphony, Nottingham Philharmonic e Manchester Camerata. Ainda na Europa, regeu a Buhoslav Martinu Philhamonie (República Tcheca) e U Artist Festival Orchestra (Ucrânia).

 

Cursou bacharelado e mestrado em regência na UFRJ com André Cardoso. Atualmente é o maestro titular da OSUFPB – Orquestra Sinfônica da Universidade Federal da Paraíba.

 

A OSUFPB

A OSUFPB é um equipamento cultural da UFPB pertencente ao Centro de Comunicação, turismo e Artes e ligado aos Departamentos de Música e Educação Musical da instituição. A Orquestra tem finalidades pedagógicas que envolvem professores e alunos da UFPB, além de contribuir para a formação de plateia para o público pessoense. Atualmente conta vinte e um músicos fixos – todos de cordas – e com a participação eventual de professores e alunos dos cursos de música da UFPB, além de colaboradores voluntários da cena sinfônica paraibana.

 

 

 

 

 

Deixe seu Comentário